terça 23 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Condemat debate restrição de horário para circular caminhão

Debate prevê a abrangência da padronização do transporte de cargas

30 agosto 2017 - 08h15Por De Suzano
A padronização das regulamentações do transporte de cargas na Região Metropolitana de São Paulo foi tema de reunião, na última segunda-feira (28), na Câmara Técnica de Mobilidade do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat). A proposta em debate contempla sete temas, desde a restrição horária de circulação de caminhões até vagas para carga e descarga, passando por padronização das medidas e circulação irrestrita para os Veículos de Carga Urbana (VUC), idade da frota, cadastramento, vistoria e placas de regulamentação de vaga.
 
O assunto foi discutido no Fórum de Secretários de Mobilidade Urbana e prevê a abrangência da padronização do transporte de cargas nos 39 municípios da Região Metropolitana. Os municípios estão divididos em sub-regiões e o Condemat representa a leste, com o maior número de cidades (11 ao todo). "A partir da proposta inicial, temos de discutir soluções de acordo com a necessidade das nossas cidades e tirar o que é realidade para a região", ressalta Giuliano Locanto, secretário de Transportes e Trânsito de Guarulhos, que integra o grupo de trabalho metropolitano. "O objetivo é melhorar a distribuição e abastecimento das cidades, facilitando o trânsito de veículos de carga por todos os municípios integrantes, sem que haja divergências nas restrições encontradas em cada cidade", acrescenta. 
 
A reunião no Condemat contou com a participação do engenheiro Fernando Miguel Zingler, do Instituto Paulista de Transporte de Carga (IPTC). "Existem muitas janelas que mostram que o horário de restrição acaba num município e começa em outro. A ideia é fazer uma padronização para que todas as restrições sejam unificadas na Região Metropolitana para a gente ter o tamanho do veículo padronizado, os horários em que podem circular, questões de vagas de estacionamento, frota, vistoria, padronizar isso para que não haja interferências de cada município ter uma diferença. Não será possível fazer 100% de padronização, mas a ideia é que não fique tão complicado como está hoje e mais entendível para quem faz o transporte", explica.
 
No próximo dia 6, os representantes do Alto Tietê participam da reunião do Fórum de Secretários de Mobilidade Urbana na cidade de Osasco. A expectativa é de que a proposta de padronização das regulamentações seja finalizada em breve. Um dos debates propostos pelo Condemat é a implantação da zona marrom, que define áreas de estacionamento rotativo só para veículos que transportam materiais para lojas. "Com esse estudo avançamos em questões que no passado não eram pensadas e que são importantes. Temos de avançar nos estudos técnicos e buscar uma uniformidade", destaca Eduardo Rangel, coordenador da Câmara Técnica de Mobilidade e secretário de Transportes de Mogi das Cruzes.

Deixe seu Comentário

Leia Também