quinta 29 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Controle de Zoonoses promove formação de 31 agentes contra dengue

Capacitação foi realizada na última terça-feira (21/03) e conduzida pela coordenadora Priscila Arap; setor ainda efetuou visita a bairros no final de semana

22 março 2023 - 22h30Por de Suzano

A Coordenação de Controle de Zoonoses, vinculada à Secretaria de Saúde de Suzano, realizou na última terça-feira (21/03) uma orientação a 28 agentes comunitários de saúde e três agentes administrativos para prevenção da dengue. O objetivo é capacitar novos membros para identificar focos do vetor e prestar o apoio necessário aos munícipes, além de orientar à população sobre a doença, bem como as maneiras de impedir o surgimento de criadouros do mosquito Aedes aegypti, que também é responsável por transmitir o zika vírus e a febre chikungunya.

A capacitação foi ministrada para membros das Unidades de Saúde da Família (USFs) Maria Inês Pinto (rua Santo Antônio, 325 - Jardim Revista); Jardim Europa (estrada Takashi Kobata, 1.608); e Eduardo Nakamura (rua Mário Bochetti, 680 - Miguel Badra Baixo). A coordenadora do setor, Priscila Arap, foi a responsável por conduzir a formação.

Além desse treinamento, equipes com agentes já formados realizaram no último sábado (18/03) a ação "Visita a Imóveis” nas ruas do Jardim Colorado. De forma geral, a iniciativa, que ocorreu simultaneamente com a busca ativa para atualização da caderneta de vacinação dos moradores, teve como objetivo conscientizar os cidadãos dos riscos que a doença traz, além de explicar os sintomas, métodos de identificação do agente transmissor da enfermidade e formas para evitar a contaminação. Ao todo, 813 residências foram checadas, das 8 às 17 horas.

De acordo com Priscila Arap, essa ação se mostra importante neste momento, uma vez que o período de chuvas promove uma alta incidência de criadouros. “As altas temperaturas e as chuvas aumentam a possibilidade de surgimento de condições para o nascimento do mosquito e a circulação deles. Em razão disso, a conscientização da população é muito importante neste momento para evitar a proliferação tanto do Aedes quanto dos criadouros”, destacou.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, a formação passa por aspectos teóricos e práticos acerca do controle de infestações. “Conter o mosquito é conter a proliferação de múltiplas doenças que podem ser fatais, por isso é necessária muita atenção com a água parada em pneus abandonados, vasos de plantas, calhas e caixas d’água, uma vez que todos esses pontos podem ser criadouros. Sempre lembro que os munícipes não precisam esperar a visita de agentes municipais para tomar as devidas precauções”, disse o secretário.

Deixe seu Comentário

Leia Também