sexta 21 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

DAEE cobra fiscalização das prefeituras para evitar ocupações

Departamento enfatizou, esta semana, a necessidade de medidas conjuntas entre municípios e Estado

19 março 2023 - 08h00Por Da Reportagem Local

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) enfatizou a necessidade de medidas conjuntas entre municípios e Estado para minimizar o impacto das chuvas nos municípios. 

Entre os principais apontamentos estão a fiscalização, por parte das prefeituras, para evitar ocupações irregulares na faixa de várzea do Rio Tietê - que é propensa a alagamentos naturais -, e contra o descarte irregular de resíduos sólidos e de esgoto de origem industrial e urbana em afluentes do Tietê. 

O DAEE anunciou a contratação dos serviços de desassoreamento do Rio Tietê, no Lote 4, no trecho que abrange as cidades de Itaquaquecetuba, Poá, Suzano e Mogi das Cruzes. 

Segundo o DAEE, esse trabalho tem sido priorizado pela nova gestão e será contratado, ainda este ano, a partir de estudos e modelagens diferenciados, que vão atender as necessidades específicas daquele trecho de forma efetiva. 

Em acordo, os prefeitos se comprometeram, segundo o DAEE, a tomar as medidas necessárias para a elaboração dos Planos de Drenagem, que deverão ser elaborados de forma conjunta entre os municípios do Consórcio de Municípios do Alto Tietê (Condemat). A elaboração contará com os recursos do Fehidro. 

No mês de fevereiro o Alto Tietê sofreu com as intensas precipitações e recebeu mais de 594 milímetros de chuvas, muito acima da média histórica para a região, que é de 386 milímetros.

O DAEE informou que monitora as condições hidrológicas e meteorológicas que afetam a região e emite alertas para a Defesa Civil quando necessário para garantia da segurança das pessoas, principalmente aquelas que vivem em áreas vulneráveis e de risco. A equipe de plantão 24h fica à disposição para mais informações através do número 11-3293-8461.

REUNIÃO

Na quarta-feira, 1° de março, a Subsecretária de Recursos Hídricos e Saneamento Básico, Samanta Souza, e a superintendente do DAEE, Mara Ramos, se reuniram com os prefeitos dos municípios integrantes do Condemat para esclarecer o funcionamento da Barragem da Penha e discutir medidas conjuntas que visam o combate a enchentes em áreas de várzea do Rio Tietê.

Na ocasião, técnicos do DAEE apresentaram gráficos e modelos que esclareceram aos prefeitos que a operação das comportas da Barragem da Penha não têm influência alguma nos níveis do Tietê na altura dos municípios do Alto Tetê. Entretanto, o DAEE informou que os serviços de manutenção das estruturas serão iniciados em março, com prazo de conclusão em três meses; além de se comprometer a informar previamente aos municípios sobre as manobras operacionais da Barragem. Atualmente quatro das seis comportas estão fechadas.