sexta 12 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 12/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Dona de casa fica ferida após tropeçar em calçada no Casa Branca

15 junho 2017 - 08h01

A dona de casa Ivonete Sueitt, de 65 anos, ficou ferida no último domingo, na cabeça, após tropeçar e cair na calçada deteriorada em frente ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Casa Branca. Ela teve a testa cortada e os olhos ficaram inchados e roxos por causa da pancada. Além disso, a vítima teve que pagar R$ 1.120 no conserto do óculos. Ela estava indo para o ponto de ônibus, quando tropeçou em um buraco. Ao tentar se ergues, Ivonete caiu pela segunda vez. De acordo com a dona de casa, o problema existe no local há aproximadamente um ano. "Complicado para andar. Ainda mais que tem árvores no meio da calçada e as raízes delas levanta o solo, o que deixa pior a situação", lamentou. Ivonete foi para o Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, onde passou por exames de raio-x e eletromagnéticos. Nada foi constado. Ela recebeu medicação e horas depois teve alta da unidade. A dona de casa disse que a falta de manutenção das sarjetas são vistas em outras vias do bairro. Na Rua Osvaldo de Oliveira Lima, por exemplo, a mãe dela, de 87 anos, também tropeçou e caiu no último mês por causa da calçada. "Minha mãe é de idade e não podia passar por uma situação como esta, muito perigoso. Por sorte, ela arranhou apenas o braço". RESPOSTA A Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos informou, em nota, que no início da próxima semana a manutenção no ponto será realizada. Informou também que o prédio onde hoje está instalado o Cras da Casa Branca deve ser desocupado em breve, já que a nova unidade deve ser implantada na mesma rua, de acordo com informações da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. A pasta “reafirma seu compromisso com a zeladoria do município, mantendo seu programa prioritário de recuperação da malha viária com foco nos principais corredores da cidade e áreas com maior degradação devido à falta de manutenção no passado, a limpeza e capinação de locais públicos nas regiões central, norte e sul, bem como a recuperação com cascalhamento e nivelação de estradas vicinais”, explicou em nota. Ainda segundo a secretaria, ações voltadas para as calçadas serão realizadas levando em conta as demandas dos munícipes de bairros residenciais e áreas comerciais, levando em conta medidas como padronização, acessibilidade e custo-benefício.

Deixe seu Comentário

Leia Também