segunda 26 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Em balanço do ano, Ferraz destaca Secretaria das Favelas

Em cerca de dois meses, a pasta realizou algumas ações pertinentes

29 dezembro 2022 - 20h00Por de Ferraz

No balanço do ano de 2022 realizado pela Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos constando mais de 280 ações em benefício da população, destaca-se a criação da Secretaria de Desenvolvimento Habitacional, Relações Comunitárias e Favelas, no mês de outubro, a primeira pasta no país a ter um cuidado nas tratativas de políticas públicas para regularização das moradias, ações efetivas dentro das comunidades e busca por melhorias nas condições de saúde, geração de emprego e renda.

A prefeita Priscila Gambale falou sobre como surgiu a ideia da criação de uma secretaria voltada às favelas. 

“A ideia nasceu de uma conversa minha com o Eduardo Lyra, CEO da Gerando Falcões, sobre o que poderíamos fazer juntos para focar atenção nas comunidades, mobilizar recursos, projetos e novas tecnologias para o município de Ferraz de Vasconcelos, aí veio a sugestão desta pasta”, disse Gambale.

Logo após ser instituída, a equipe foi a campo para identificar o número exato de áreas de ocupação irregular, a saber: 88 comunidades que agregam cerca de 51 mil pessoas.

No intuito de entender a situação atual de cada território, a pasta utiliza duas ferramentas distintas: o Questionário de Desenvolvimento de Favelas (QDF) e o Mapeamento Geral. Desta forma, foi possível desenvolver algumas ações até o momento, tais como oficinas de participação social, a identificação de lideranças sociais, formações educacionais, parcerias com entidades, dentre outros.

Em cerca de dois meses, a pasta realizou algumas ações pertinentes como a 1ª Festa das Favelas do município, a 1ª Oficina de Participação Social, ações de prevenção de enchentes na Vila Jamil com custo zero para os cofres públicos, iluminação na Favela do Jacarezinho, reativação do Conselho de Habitação Municipal, encaixou no mercado de trabalho 16 jovens de comunidades, entregou mais de mil escrituras e matrículas para os moradores do bairro Itajuíbe e criou o banco de parcerias para desenvolvimento social.

Para 2023 a pasta prevê a entrega de mais matrículas para moradores de áreas irregulares, maior inserção em comunidades levando ações de infraestrutura, empregabilidade e saúde, com apoio de secretarias parceiras, como Saúde, Desenvolvimento Econômico, Obras e Serviços Urbanos, além, de atividades em conjunto com o Fundo Social de Solidariedade.