domingo 21 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Em mensagem no Facebook, Ashiuchi prega diálogo com funcionalismo

13 maio 2017 - 08h01

O prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) publicou no Facebook, durante a tarde de ontem, um comunicado aos servidores públicos municipais. A postagem ressalta os motivos que inviabilizam a reivindicação de aumento salarial levantada pela categoria, que pretende entrar em greve na segunda-feira. Uma assembleia do Sindicato dos Servidores Municipais está programada para acontecer , a partir das 8 horas, em frente à Prefeitura. Ashiuchi inicia a publicação defendendo a transparência e sinceridade da gestão. Ainda no primeiro parágrafo, cita melhorias realizadas nesta administração. "Com a ajuda de todos, e em pouco mais de 100 dias, conquistas importantes já foram contabilizadas" Posteriormente, pontua que "infelizmente, ainda convivemos em nossa sociedade com os chamados 'interesses pessoais', capazes de usar pessoas bem intencionadas para alcançarem objetivos que vão na contramão do interesse da coletividade". O republicano ressalta que a atual gestão recebeu um orçamento sem a devida previsão de aumento salarial. "O orçamento deixado para este governo, que, inclusive, não prevê aumento salarial, foi aprovado sem o devido questionamento por parte do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Suzano". O prefeito também explica que o município deixou de ganhar R$ 28 milhões, provenientes da venda de 11 terrenos, que não foram vendidos porque foi considerada inconstitucional pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Ele alega que a proposta de reajuste salarial de 4,75% aos servidores deverá ser parcelada devido à responsabilidade de administração não faltar com as obrigações no fim do ano. Ashiuchi ressalta que há três anos o vale-alimentação e a cesta básica não sofrem reajustes, como o proposto aumento. Sobre o plano de saúde, o Executivo afirma que o "governo ainda vai possibilitar que os servidores contratem planos de saúde coletivo, e está aberto ao diálogo para que seja desenhado em conjunto o aumento salarial para 2018". O republicano diz apostar no diálogo direto com os funcionários públicos. "Não tenho nada contra o sindicato que, legitimamente representa a categoria, e respeito à instituição. Contudo, tenho como foco principal a contínua melhoria das condições de trabalho". Logo, o prefeito destaca algumas ações necessárias, como a "fala direta com os servidores, o que não pode ser tratado como afronta pelo sindicato, mas, sim, como atitude de um gestor pronto a ouvir, servir e somar". Ashiuchi finaliza dizendo que é aberto a conversas, mas não a imposições. "Greve, ao meu ver, pode ser realizada quando se fecham as portas para o diálogo - o que não é o caso da Prefeitura de Suzano sob minha gestão".

Deixe seu Comentário

Leia Também