Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 12 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/12/2019
Evatânia Psicopedagoga

Estado deve contratar mais legistas após reclamação no IML

Novos profissionais se juntarão aos 449 novos nomeados no Estado. Famílias reclamam de demora no IML de Suzano

Por Daniel Marques - de Suzano14 JUL 2019 - 08h35
Na última quarta-feira (10), o DS recebeu denúncia sobre o caso de demora para liberação do corpo de Leandro Bezerra dos Santos do Instituto Médico Legal (IML) de SuzanoFoto: Munique Kazihara/Divulgação
O governo estadual deve contratar, por meio de concurso público, novos médicos legistas que contemplarão várias regiões, incluindo o Alto Tietê. São, ao todo, 189 no Estado. Eles se juntarão aos 449 novos policiais técnico-científicos, sendo 51 médicos legistas, 240 peritos criminais, 128 fotógrafos e 30 desenhistas técnico-periciais nomeados em março pelo governo.
 
Demora na liberação
 
Na última quarta-feira (10), o DS recebeu denúncia sobre o caso de demora para liberação do corpo de Leandro Bezerra dos Santos do Instituto Médico Legal (IML) de Suzano. De acordo com o irmão dele, o corpo foi recolhido na noite de sábado (6) e só foi liberado do IML por volta das 17 horas do domingo (7), quase 24 horas depois. "A família já está sofrendo, e ainda precisa aguardar tanto tempo para liberar o corpo. Isso é um descaso", afirmou Eduardo.
 
Segundo o relato, além de Eduardo, outra família também aguardava liberação no local. Por volta das 8 horas da manhã (horário em que Eduardo compareceu ao IML), o corpo do irmão ainda estava na mesa e, de acordo com ele, não havia nenhum médico no local.
 
O relato do motoboy Adineval Higino de Lima, 49, primo de Eduardo, segue a mesma linha. Ele, no entanto, acredita que a demora ocorreu pelo fato de ser domingo. "Por ser plantão, acreditava que demoraria, mas não tanto. Ele só foi sepultado na segunda-feira de manhã, dois dias depois da morte", disse.
 
Resposta
 
A Secretaria de Segurança Pública (SSP) enviou uma nota ao DS sobre o caso afirmando que o IML não é responsável pelo transporte dos cadáveres, mas sim as funerárias conveniadas com a prefeitura. 
 
Segundo a pasta, o corpo de Leandro Bezerra dos Santos chegou ao IML às 8h30 do domingo (7) e foi liberado às 10h30 do mesmo dia. Ainda, de acordo com a nota, o atendimento da unidade segue normalmente sem qualquer alteração.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias