sábado 22 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Suzano

Falta de rede de esgoto provoca atraso na revitalização do Baruel

Obras tiveram de ser paralisadas, mas já foram retomadas após o serviço de saneamento ter sido concluído

22 maio 2019 - 23h58Por Isabelle Santini - de Suzano
As obras de revitalização do bairro Baruel estão com término previsto para o segundo semestre deste ano. As obras tiveram seus serviços paralisados decorrente de um problema de saneamento: falta de implantação de esgoto da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).
 
De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação, responsável pela elaboração dos projetos de revitalização do local, as obras já se iniciaram e a informação era de que havia rede de coleta de esgoto. Contudo, quando a verificação foi feita, não havia rede de coleta e, sendo assim, o esgoto era dispensado na sarjeta.
 
Para contornar esta situação, a Sabesp foi contatada pela Prefeitura. As obras de revitalização do Baruel tiveram de ser paralisadas para que a Sabesp realizasse a implantação de uma rede de esgoto no local, o que ocasionou atraso nas obras de revitalização realizadas pela Prefeitura em parcerias com secretarias municipais. O serviço de pavimentação foi suspenso para que a companhia pudesse atuar. Com isso, o prazo para finalização total das obras foi alterado. A Sabesp realizou a implantação da rede de esgoto e as obras foram concluídas semana passada. Desde então, o serviço de pavimentação foi retomado. 
 
Com a implantação da rede de esgoto, os moradores foram beneficiados com a nova aplicação. As famílias estão fazendo interligações do esgoto primário com a rede coletora.
 
As obras executadas pela Sabesp contemplaram as casas que estão no Baruel e travessia sob a Rodovia Índio Tibiriçá até a Estação Elevatória.
 
O DS foi até o local e operários estavam em atividade. O engenheiro, Rodinei Manfred, comentou sobre a mudança no prazo e ressaltou que o período de chuvas prejudica o trabalho que está sendo feito desde o final do ano passado. "Como não havia esgoto aqui, tivemos que parar as obras para que a empresa responsável (Sabesp) pudesse fazer a implantação de uma rede de coleta. Além disso, as chuvas pioram tudo".
 
O engenheiro diz que drenagens ainda precisam ser realizadas e o serviço de pavimentação finalizado. Henrique Donizeti, empreiteiro responsável, conta que o solo está sendo preparado para a aplicação do material. Faltam, aproximadamente, 4.300 metros para serem completados. 
 
A Prefeitura de Suzano informou que o objetivo da revitalização é visar a valorização de um dos patrimônios culturais mais antigos da cidade: o ponto onde Suzano se originou. O projeto está em fase de requalificação da parte próxima a famosa Igreja da Praça Ernestina Maria de Jesus. 

Deixe seu Comentário

Leia Também