terça 21 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Família divulga 'vaquinha on-line' para pagar medicamento do pai

Tratamento chega a R$ 70 mil por mês. Familiares pedem ajuda para conseguir remédio caro

12 janeiro 2023 - 09h00Por Ingrid Leone - de Suzano
Uma família de Suzano, moradores do bairro Vila Amorim, divulgou uma ‘vaquinha on-line’ para conseguir entre R$ 65 mil e R$ 70 mil. 
 
O valor é direcionado ao tratamento de câncer do pai José Maria de Carvalho, de 67 anos.
 
A filha Patrícia Carvalho contou que o pai está na terceira caixa do medicamento para manter a qualidade de vida. 
 
No caso de José, o tratamento do Carcinoma Anaplásico de Tireoide é a Terapia Alvo, com medicamento que custa até R$ 70 mil por mês. 
 
Este remédio não é fornecido pelo Estado de São Paulo, então a família busca ajuda para conseguir manter as compras. O pai já está em seu terceiro mês de tratamento. 
 
Patrícia comentou que entrou na Justiça para conseguir manter a compra dos remédios pelo Estado, mas ainda não conseguiu. 
 
“Esse remédio tem que ser dado pelo Estado porque não tem como comprar mais”, reforça Patrícia. 
 
DIAGNÓSTICO 
 
Em julho do ano passado, José descobriu que estava com um câncer agressivo no Hospital A.C.Camargo Cancer Center. Na unidade de saúde, o atendimento era particular. Como a família não conseguiria mantê-lo, foram buscar em Barretos, município de São Paulo. Segundo Patrícia, soube que Barretos era referência.
 
Chegou a fazer quimioterapia e radioterapia, mas sem sucesso. 
 
No município de referência realizaram um exame e descobriram que para o seu tipo de câncer, tinha a Terapia Alvo. 
 
Quando José ainda estava internado, o médico falou à filha: “Olha, não tem mais o que fazer. Ou é a Terapia Alvo ou não tem mais o que fazer”. 
 
Com o tratamento, ele estava andando e falando normalmente. 
 
O medicamento é contínuo e tem uma média de vida entre 2 a 5 anos com o remédio. 
 
Até agora, a família só conseguiu pagar com o parcelamento do valor. Mas não conseguem manter. 
Para os interessados em ajudar, é possível ligar para 95890-3181 ou pelo site (vakinha.com.br/3280417). 

Deixe seu Comentário

Leia Também