quarta 28 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Governo Tarcísio inicia elaboração de projeto para duplicar Índio-Tibiriçá

Conclusão do projeto está previsto para o início do segundo semestre de 2023, segundo o governo estadual

28 janeiro 2023 - 05h00Por de Suzano
O governo de Tarcísio de Freitas (Republicanos) vai duplicar a Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31).
 
Ontem, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que o projeto encontra-se em fase de elaboração. 
 
De acordo com o DER, a conclusão do projeto está prevista para o início do segundo semestre de 2023. Após conclusão será feita análise de viabilidade financeira, seguindo todos os trâmites necessários.
 
A Rodovia Índio-Tibiriçá atende Suzano e serve como ligação ao ABC e ao Litoral. 
 
Diante desta fase de elaboração e após a conclusão do projeto, será feito uma análise de viabilidade financeira para saber o valor que será investido.
 
O local conhecido por diversos acidentes, com sua duplicação, deve aumentar e facilitar o fluxo de veículos. 
 
Em novembro de 2022, o DS apurou a quantidade de acidentes nos três cruzamentos das linhas da MRS, empresa no distrito de Palmeiras, em Suzano. 
 
Entre janeiro e outubro do ano passado, pelo menos três ocorrências foram registradas. Até então, a rodovia receberia um viaduto, direcionador de fluxo, uma passarela de pedestres na Estrada dos Moraes e a vedação de 2,6 km ao longo do perímetro urbano, implementados pela empresa MRS.
 
No final do ano passado, o DS trouxe reportagem mostrando que a Rodovia Índio Tibiriçá (SP-31) está há dois anos sem receber investimentos. O último ocorreu em 2020, quando recebeu obras de recuperação da pista, com aplicação de microrrevestimento, em uma extensão total de 37,2 quilômetros ao longo de quatro municípios que ligam o Alto Tietê ao ABC Paulista.
 
O projeto foi orçado pelo governo de São Paulo, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e entregue em outubro de 2020. Foram investidos R$ 19 mi no empreendimento.
 
O DER também contratou o projeto executivo para a duplicação de 36 quilômetros de extensão da rodovia, trecho entre São Bernardo do Campo, Ribeirão Pires e Suzano.
 
Radares
 
O departamento informou que trabalha atualmente na licitação para a instalação de novos radares na SP-031. Para isto, segue os trâmites da lei, cumprindo os prazos regimentais previstos.
 
O projeto também incluiu nova sinalização, com tachões refletivos, e equipamentos de segurança como defensas e muretas de concreto. Foram construídas ainda três rotatórias, nos km 58,5, km 59,8 e km 60,8, e em todos estes pontos há acesso a bairros de Suzano.