segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Greve Geral vai parar serviços no Alto Tietê

28 abril 2017 - 08h01

A Greve Geral realizada hoje em todo o País atingirá as cidades do Alto Tietê. Entre os serviços que vão ser paralisados estão os trens, ônibus, escolas, creches, postos de saúde e bancos. Apesar dos sindicatos de transporte público do Estado afirmarem que realizarão a greve, o governo estadual informou, em nota, que "obteve na Justiça liminar que garante o direito de locomoção dos cidadãos e determina que os sindicatos deixem de promover a greve". Caso descumpram, as entidades deverão pagar uma multa de R$ 937 mil. Porém, o Ministério Público do Trabalho (MPT) ressaltou que o movimento das categorias é legal. De acordo com o Sindicato Central do Brasil, responsável pelos funcionários das Linhas 11- Coral e 12- Safira, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), 2,7 mil ferroviários ficarão paralisados 24 horas a partir da meia noite de hoje. Para se ter uma ideia, cerca de 200 mil passageiros que circulam pela Linha 11-Coral diariamente, entre Guaianases e Estudantes, serão prejudicados. Ontem, às 18h30, em frente à estação do Brás, o sindicato fez assembleia para começar os preparativos da paralisação. A CPTM disse que vai cortar o ponto de hoje e do dia de descanso remunerado dos funcionários que aderirem ao movimento grevista. Os ônibus também deverão paralisar hoje. Até a tarde de ontem, o Sindicato dos Rodoviários de Mogi das Cruzes e Região ainda não havia decidido a suspensão dos serviços. Isso por causa da liminar da Justiça, que obrigaria a pagar a multa. A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), responsável pelas linhas de ônibus intermunicipais, afirmou que aguarda a definição oficial dos sindicatos que representam os motoristas e cobradores. A Radial Transportes, que realiza a circulação dos veículos na região, falou que estará disposta para operar, mas não garante que a greve seja aderida pela categoria. A Prefeitura de Mogi das Cruzes obteve duas decisões liminares na Justiça para que haja garantia do funcionamento do transporte coletivo na cidade, assim como no serviço público municipal. Os bancos do Alto Tietê também vão aderir à greve. Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Mogi das Cruzes, Suzano e Região, Francisco Candido, 1,4 mil bancários ficarão de fora dos serviços. A categoria está sendo mobilizada para fazer um movimento amanhã às 8 horas na Praça da Marisa, em Mogi. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) esclareceu que as agências mantêm à disposição uma série de canais alternativos para transações financeiras, onde os clientes podem recorrer devido a suspensão de atividades. Amanhã na Praça dos Expedicionários, em Suzano, trabalhadores vão se reunir, a partir das 9 horas, para reivindicar a Reforma da Previdência. Entre as confirmadas estão a dos professores estaduais e municipais, servidores públicos e funcionários dos Correios. Eles farão passeata até a Praça João Pessoa. Em razão do movimento e da adesão à greve, o DS apurou que equipamentos públicos ficarão fechados na cidade suzanense, porém a Prefeitura de Suzano informou que os serviços municipais vão funcionar normalmente. O Executivo suzanense afirmou que o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) acredita que todos os servidores municipais estão empenhados em trabalhar por uma Suzano melhor. Diante disto, creem que todos os servidores vão trabalhar normalmente. Em Itaquaquecetuba, a previsão é que os serviços municipais também funcionem. Os serviços essenciais não serão paralisados em Ferraz de Vasconcelos. Em relação à educação, das 45 unidades escolares , 30 vão paralisar por completo e a quantidade de professores que aderirão é de aproximadamente 660, o que representa 66% da categoria no município. Já em Poá, a Prefeitura não soube dar dados oficiais a até o fechamento da reportagem.

Deixe seu Comentário

Leia Também