Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 23 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv
Saúde em Suzano

Hospital Saint Nicholas terá 80 leitos e vai começar a funcionar em 2019

Previsão é de que as obras, na unidade hospitalar, estejam concluídas no fim do segundo semestre de 2018

Por De Suzano15 SET 2017 - 11h15
VISITA TÉCNICA Foi realizada ontem pelo secretário e os administradores do prédioFoto: Irineu Júnior/Secop Suzano
O Hospital Saint Nicholas vai começar a funcionar em 2019. A previsão dos administradores da futura unidade hospitalar é de que as obras estejam concluídas no fim do segundo semestre de 2018. A expectativa é de que o local possa contar, quando devidamente reformado e em funcionamento, com um setor de Pronto-Atendimento (PA), Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e cerca de 80 leitos, divididos entre apartamentos e setor de Enfermaria. 
 
Nesta quinta-feira (14), o secretário de Saúde, Luis Cláudio Rocha Guillaumon, fez uma visita técnica às obras do futuro hospital, que funcionará onde antigamente era o Hospital e Maternidade Campos Salles, localizado na região central da cidade. A vistoria teve como objetivo debater, com os administradores do prédio, as providências necessárias quanto à reforma do edifício. 
 
A visita à unidade hospitalar, que vai receber adequações, contou com a presença do administrador da Clínica Saint Nicholas, Marcelo Carlos Godofredo, e de Guillaumon. A nova inspeção ocorreu um dia depois da visita do chefe da Vigilância Sanitária de Suzano, Mauro Vaz, acompanhado de Godofredo e dos arquitetos Kléber Hideki Hagio e Ana Rosa Ciochi da Silva, responsáveis pela obra. 
 
Guillaumon e Godofredo inspecionaram as instalações, construídas há mais de 35 anos. O local, recentemente adquirido pela Clínica Saint Nicholas, rede particular de atendimento médico, foi alvo de depredações e invasões nos últimos dez anos (desde que foi fechado ao público, quando ainda era o Hospital Campos Salles) e está em processo de limpeza há cerca de 60 dias, com direito à remoção de entulho e de outros materiais. 
 
O proprietário da Clínica Saint Nicholas afirmou, durante a visita técnica, que o objetivo principal da ação é definir as futuras reformas estruturais na unidade como um todo e, gradualmente, promover a instalação das alas planejadas pela clínica. A estratégia levaria em conta os custos de manutenção da unidade hospitalar, bem como o panorama econômico local e nacional. 
 
Segundo o secretário de Saúde, as orientações da Secretaria de Saúde referem-se exclusivamente às determinações da Vigilância Sanitária e têm o objetivo de viabilizar uma nova frente de atendimento no município.
"A instalação de uma nova unidade hospitalar no município abre uma nova porta para o atendimento da população, ajudando a equilibrar a demanda por acolhimento médico em Suzano. Portanto, damos todo o apoio, dentro de nossas capacidades, para que o Hospital Saint Nicholas esteja apto a funcionar no tempo certo, com a máxima eficiência", explicou Guillaumon. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias