Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 24 de abril de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/04/2019
CENTERPLEX 18 A 25/04
Pmmc

Katia Sastre: ‘Cidadão de bem tem direito de se defender’

Deputada concedeu entrevista ao programa 'DS Entrevista'

Por Dennis Maciel - de Suzano14 ABR 2019 - 08h40
Katia Sastre participa de diversas comissões, dentre elas a de segurança pública, seguridade social, direitos humanos, finanças e tributações, combate à pedofilia, desenvolvimento urbano, comissão especial dos órgãos da presidência e ministérios, código dFoto: Sabrina Silva/Divulgação
A deputada federal Katia Sastre (PR) defendeu a redução da maioria penal, o porte de armas para o cidadão de bem e medidas para segurança nas escolas. Ele concedeu entrevista ao vivo na semana passada ao DS.
 
Katia Sastre participa de diversas comissões, dentre elas a de segurança pública, seguridade social, direitos humanos, finanças e tributações, combate à pedofilia, desenvolvimento urbano, comissão especial dos órgãos da presidência e ministérios, código de defesa penal e comissão especial da política de mobilidade urbana.
 
"Uma das coisas que mais estamos discutindo é a segurança nas escolas. Este é um problema de base e que devemos resolver através da educação. Entreguei um projeto que propõe a ampliação do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), devemos aproximar as famílias da escola", conta. 
 
Outro projeto da deputada pretende obrigar as empresas a abonar pelo menos a metade de um dia de trabalho, para que os pais possam acompanhar as reuniões de seus filhos. "Fizemos um estudo e ele apontou que em uma sala de 40 alunos, apenas 10 pais comparecem na escola", explica a deputada.
Katia também propôs um plano que responsabiliza o aluno que realizar violência ou vandalismo dentro da escola. Ela também pretende agravar a pena para os crimes cometidos dentro e ao entorno das escolas. "Todos projetos apresentados servem para tentar diminuir a violência nas escolas. Queremos melhorar a segurança dos alunos, funcionários e professores", conta.
 
“O cidadão de bem deve ter direito a defesa, para isso ele precisa ser qualificado, preparado e receber acompanhamento. Eu sou a prova viva disso, se eu não estivesse naquele dia na porta da escola, uma grande tragédia poderia ter acontecido", afirma.
 
"Defendo a diminuição da maioridade penal. É nisso que a população acredita, por isso que muitos policiais foram eleitos. Estamos aqui para dar confiança para a população”, conta.
Katia afirma ser a favor de armar a guarda municipal em municípios com menos de 50 mil habitantes. "Apresentei dois projetos um sobre qualificação dos guardas e outro que pede que eles possam andar armados em qualquer município. Meu apoio a guarda municipal é total", diz.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias