Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 16 de julho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/07/2019
PMMC AGASALHO
CENTERPLEX HOMEM ARANHA 11 A 17/07/2019
PMMC INVERNO
Suzano

Mães protestam contra transferência de jovens da Fundação Casa

Reivindicações criticaram a transferência dos jovens para uma unidade mais próxima do Alto Tietê

Por Daniel Marques - de Suzano23 ABR 2019 - 15h16
Mães protestam contra transferência de jovens da Fundação CasaFoto: Daniel Marques/ DS
Mães de jovens transferidos da Fundação Casa de Ferraz após a Companhia Ambiental do Estado (Cetesb) identificar contaminação no solo do local, fizeram uma manifestação na segunda-feira (22), em frente ao Fórum Municipal, em Suzano. 
Aproximadamente 15 mães compareceram ao local. As reivindicações criticaram a transferência dos jovens para uma unidade mais próxima do Alto Tietê. Os jovens foram transferidos para unidades no Litoral paulista.
 
Além disso, as mães relatam que os jovens foram agredidos durante a transferência para a unidade da Fundação Casa de São Vicente. Ainda, de acordo com elas, alguns jovens levaram chutes e tomaram banho gelado após a transferência. 
 
Segundo as mães, meninos estão sem colchão e que não estão comendo devido às condições da comida oferecida. Flávia Cristina, 39, é encarregada de obras e organizou o movimento. Segundo ela, o filho está querendo fugir e os meninos que chegaram de São Paulo são tratados de forma diferente. "Meu filho está com muito medo".
 
Luana Matheus, 33, é autônoma. Ela conta que todos os jovens relatam a mesma coisa. "Na descida da serra, os meninos estavam algemados, e o ônibus quase capotou", conta.
 
O outro lado
 
A Fundação Casa esclarece que todas as reclamações das mães que tiveram os filhos transferidos dos centros socioeducativos de Ferraz de Vasconcelos serão investigadas, em sindicância, pela Corregedoria Geral da Fundação.
 
No final de semana, os adolescentes transferidos para os centros socioeducativos em Praia Grande, Mongaguá e Guarujá receberam visitas dos familiares. 
 
Apenas duas famílias do centro socioeducativo de Guarujá discordaram das transferências e não dialogaram com a equipe técnica do Casa Guarujá. Em todos os outros centros visitados não houve reclamações sobre o atendimento. 
A Fundação Casa ainda ressalta que está disponibilizando transporte gratuito - ida e volta - a todos os familiares.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias