sábado 20 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Educação

Menino de 7 anos, vencedor de prêmio da Nasa, visita Suzano no Innovation Day

João Paulo encantou autoridades ao falar sobre feitos realizados e esperança em futuro melhor, principalmente às crianças

01 agosto 2017 - 10h34Por Marcus Pontes - De Suzano

Aos 7 anos, João Paulo Guerra Barrera mostra que idade não é um empecilho para não poder realizar sonhos e superar desafios grandiosos. O pequeno é autor de um livro – em inglês e português –, está em fase de finalização do segundo exemplar e, também, criou um game sobre o espaço. Os feitos do menino renderam-lhe um prêmio da Nasa, nos Estados Unidos. Ele foi à pessoa mais jovem do mundo a receber uma premiação da agência de pesquisa e exploração espacial.

Barrera esteve neste fim semana em Suzano. Ele foi convidado pelos organizadores do Innovation Day, que foi um evento voltado ao público que busca o que há de mais atual no mercado de novas tecnologias, economia colaborativa, marketing digital, robótica e programação.

Logo na abertura do evento, o garoto arrancou sorrisos e, principalmente, a admiração de autoridades e convidados. João Paulo falou sobre o motivo de ter escrito o livro em outro idioma, além do que deseja fazer no futuro, segundo ele, não tão distante. “Não sei se vocês irão entender, mas irei ler um trecho do livro em inglês e depois português”, disse o menino, enquanto estava sendo apresentado pelo organizador do Innovation Day, Leandro Correia.

Margarida Guerra Barrera, mãe de João Paulo, explicou que os feitos do menino foram inimagináveis, principalmente quando ganhou o prêmio da Nasa. Segundo ela, o garoto concorreu com 6 mil pessoas de todo o mundo, quando foi aos Estados Unidos. “Havia muitas pessoas correndo. Eram concorrentes de até 18 anos e, mesmo assim, o João Paulo conseguiu ganhar. Com certeza, ele é um orgulho imensurável para nós”.

João Paulo, sobretudo, é um menino que frisa a esperança em um futuro melhor, principalmente às crianças e ao meio ambiente. “Minha missão é de fazer as crianças lerem mais, e salvar o planeta. Também quero conhecer outros planetas, mas primeiro cuidar do meu”.

“Quando crescer (ser adulto), eu quero ser um escritor astronauta. Gosto das duas coisas”, enfatizou o garoto, quando foi questionado sobre qual carreira irá seguir.