terça 23 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Moradores pedem acostamento e passarelas na Índio-Tibiriçá

DS percorreu alguns km da rodovia e constatou que não há acostamento e que as pessoas se arriscam na pista

10 agosto 2017 - 09h05Por Lucas Lima - De Suzano
Os moradores do entorno da Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31) pedem implantação de acostamento e de passarelas para melhorar a circulação de carros e pedestres, que diariamente são obrigados a andar no canteiro da via. O DS percorreu alguns quilômetros da rodovia e constatou que não há acostamento em alguns pontos e que as pessoas se arriscam andando na pista.
 
Segundo o comerciante Marcio da Cunha, o acostamento e melhor sinalização são prioridades na estrada. "Em comparação a antigamente, a rodovia já melhorou muito. Sabemos que é perigosa pelos acidentes registrados e que precisa receber benfeitorias. Entre elas estão acostamento, onde os carros possam se refugiar e sinalização, que muitas vezes podem inibir que os condutores façam manobras arriscadas em locais não propícios", explicou.
 
A dona de casa Ivanir Souza Barbosa disse que um amigo dela se envolveu em um acidente. "Muito triste ver pessoas conhecidas serem alvos desse problema. Há muito tempo não realizam algo para beneficiar a todos que trafegam pela rodovia. Precisam resolver o mais rápido possível", lamentou.
 
Já o cortador Miquéias Batista Cruz comentou que uma passarela seria de extrema importância aos pedestres que se arriscam andando todos os dias na via. "Fiscalização, como radar e policiais tem muito. Um local próprio para as pessoas andarem não. Infelizmente, as pessoas precisam andar no canteiro, podendo perder a vida. Uma passarela resolveria essa situação", completou.
 
Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), responsável pela rodovia, a SP-31 recebeu investimento de R$ 1,4 milhão. Segundo a assessoria de imprensa, foram executados serviços de recapeamento da pista e pavimentação dos acostamentos existentes entre os quilômetros (km) 45, 57 e no 70, além da implantação de faixas e rotatórias nos km 62 e 68, com extensão de 12,4 km.
 
O órgão informou que para melhorar a segurança viária, também foram implantados 12 radares e lombadas eletrônicas para coibir o excesso de velocidade. Isso porque o DER acredita que "obedecer os limites estipulados é primordial para segurança do motorista e de todos que trafegam pela rodovia", informou em nota.
 
O DER afirmou que realiza periodicamente serviços de conservação na SP-031, como operações tapa-buraco, limpeza de pista e acostamentos e roçada. 

Deixe seu Comentário

Leia Também