quarta 17 de julho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/07/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Morte de Pelé impulsiona 'tira-dúvidas' sobre lóculos no Memorial do Alto Tietê

Falecimento tem gerado na região as dúvidas sobre como funciona um cemitério vertical

05 janeiro 2023 - 12h00Por Daniel Marques - de Suzano

A morte do Rei Pelé, aos 82 anos, abalou o Brasil e o mundo, e muitos torcedores da região sofreram com a perda do maior jogador de todos os tempos. Uma das consequências "curiosas" da morte de Pelé, no entanto, tem gerado aumento de trabalho para quem atua no Memorial do Alto Tietê, em Suzano: as dúvidas sobre como funciona um cemitério vertical.

O anúncio de que Pelé seria sepultado no Cemitério Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos, fez explodir o número de ligações no Memorial do Alto Tietê, o único vertical na região. “Tivemos um aumento de 50% no número de ligações de pessoas querendo saber como funciona um cemitério assim, porque ele escolheu um Memorial. O que fazemos é diferente e, por ser vertical, ele é diferente”, disse Nicolly Souza, responsável legal pelo Memorial do Alto Tietê.

Na construção da região, que fica próxima à divisa entre Mogi e Suzano, o cliente adquire um título que dá direito a uso do espaço. O lóculo pode ser perpétuo ou temporário (este último, durando cinco anos). Tudo é feito por contrato. Há um plano para sepultamento que varia entre os clientes.
Nicolly explicou que, para os contratos temporários, o ente querido pode adquirir plano para um ossuário depois. Este pode ser perpétuo.

Apesar de terem projetos semelhantes, os memoriais de Santos e do Alto Tietê não possuem qualquer sociedade ou qualquer ligação. Eles se aproximam pelo conceito, apenas.

Pelé foi sepultado na tarde desta terça-feira (3) no Memorial Necrópole Ecumênica, que segundo o Guiness World Records, é o cemitério vertical mais alto do mundo. Ele fica a menos de dois quilômetros do estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, onde Pelé construiu sua história com a camisa do Santos.

A família comprou lóculos no nono andar do prédio, mas Pelé ficará no primeiro andar, já que o local será um ponto turístico da cidade. Com vista para o estádio, o complexo onde fica o mausoléu tem 40 mil m² e foi inaugurado em 1991. Já o início das operações do Memorial do Alto Tietê ocorreu em 2001.