quinta 13 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Obras de R$ 30 mi na SP-31 incluem elevação de pista contra alagamentos

Na semana passada, a via ficou alagada na altura do KM 68 e prejudicou a circulação de veículos pelo local

03 março 2019 - 00h15Por Aline Moreira -de Suzano
O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que a Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31) passará por obras de manutenção para sanar os pontos de alagamentos; trecho em Suzano deverá ser elevado para evitar acumulo de água. Na semana passada, a via ficou alagada na altura do KM 68 e prejudicou a circulação de veículos pelo local. 
 
O departamento informou que a contratação das obras ainda está em processo licitatório. O objetivo é recuperar a Rodovia entre os quilômetros 33 e 70, passando pelas cidades de Suzano, São Bernardo do Campo, Santo André e Ribeirão Pires. 
 
"Nas obras, estão previstos os serviços de alteamento da pista no Km 68 (Suzano), um dos principais pontos de acúmulo de água. Depois de concluídos, a situação dos alagamentos será sanada. Nos demais pontos, serão realizados serviços de limpeza e desobstrução do sistema de drenagem", informa. O valor orçado das obras é de R$ 30 milhões.
 
Enquanto as obras não são iniciadas (o setor não deu prazo para o começo dos trabalhos), a Defesa Civil do Estado de São Paulo e de Suzano fazem orientações aos motoristas sobre como proceder em dias chuvosos. A Defesa Municipal monitora áreas de risco e no caso de ocorrências, outros órgãos municipais auxiliam para atender a demanda da população.
 
"A Defesa também faz o acompanhamento constante dos índices pluviométricos no município e as equipes passam por capacitações e treinamentos frequentes", garante. 
 
Em todo o Estado, sempre que a Defesa Civil prever a chance de raios em determinada região, um alerta será exibido nos painéis eletrônicos para advertir os motoristas. As ações estão sendo desenvolvidas em parceria com a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e com os municípios. 
 
A Artesp ainda orienta aos motoristas a reduzir a velocidade ao perceber acúmulo de água na pista; acender as lanternas e os faróis baixos para que o carro seja visto por outros veículos; manter distância segura dos demais automóveis; evitar freadas bruscas e em área de alagamento, aguardar o nível da água baixar. 

Deixe seu Comentário

Leia Também