sábado 24 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Ônibus com 40 pessoas do Alto Tietê foi detido em Brasília, diz advogado

Advogado relatou que um ativista de Mogi das Cruzes esteve nos atos de domingo. Houve quebra-quebra

11 janeiro 2023 - 09h00Por Ingrid Leone - de Suzano
Um ônibus com, ao menos, 40 pessoas do Alto Tietê, foi detido depois dos atos de vandalismo e barbárie no último domingo (8), no Distrito Federal (DF), em Brasília. 
 
De acordo com o advogado da região, Delmiro Gouveia, que representa o ativista Silvio Marques, presente em Brasília no domingo, eram pessoas de Mogi, Suzano e região. 
 
De acordo com o advogado, Silvio informou que três carros e um ônibus com 40 pessoas,- pelo menos-, saíram rumo a Brasília, com moradores da região. 
 
Silvio disse a Delmiro que o ônibus ficou detido. O DS tentou, durante todo o dia de ontem, conversar com Silvio Marques, mas não recebeu retorno.
 
ÔNIBUS
 
O grupo saiu de Mogi com um ônibus que estava à disposição. 
 
Delmiro informou que em frente das bases militares haveria ônibus para quem pudesse colaborar com o custo. “Mas fiquei sabendo que teve pessoas que foram de graça, pois um determinado grupo de pessoas já havia arrecadado dinheiro suficiente”, disse. 
 
“Outras pessoas iam de graça, como crianças. Muitas também foram participar da manifestação e com objetivo de conhecer Brasília, e participar em prol da causa dos patriotas”, revelou. 
 
Entre as conversas com Silvio Marques, estava o possível caso de infiltrados dos movimentos de esquerda. "Acredito que foi um motim que gerou tudo”, explicou o advogado. 
 
DETIDOS
 
Na tarde deste domingo (8), apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) invadiram os Três Poderes - o Congresso Nacional, Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF) em atos antidemocráticos. Depois dos atos, bolsonaristas foram presos. 
 
Entre os detidos, Delmiro disse que estava uma professora de Mogi das Cruzes.

Deixe seu Comentário

Leia Também