sábado 24 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Paciente aponta dificuldades para ser atendida

Moradora de Suzano é diagnosticada com Doença de Madelung e precisa de acompanhamento

14 março 2023 - 14h00Por de Suzano

A moradora de Suzano, Sirlandia Francisca da Silva, de 40 anos, diagnosticada com Doença de Madelung, encontra dificuldade para ser atendida nas unidades de saúde. 

Ela precisa de especialistas e consultas frequentes para aumentar sua qualidade de vida e diminuir os impactos da doença, que afeta os ossos, as juntas e causa dores. 

A suzanense entrou em contato com o DS para tentar entender a razão da dificuldade no atendimento. 

Ela tenta ser atendida nas unidades de saúde do município. Tentou passar com dermatologista e ginecologista, pois tem consequências hormonais. 

Com vários impactos da doença em sua saúde, Sirlandia também precisa fazer acompanhamento da tireóide e hipotiroidismo. Ela possui uma guia para endocrinologista e está aguardando há 4 anos para ser atendida. 

PREFEITURA 

O DS questionou a Prefeitura de Suzano. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a paciente mencionada agenda várias consultas na rede municipal desde 2021, com clínico geral, ginecologista, endocrinologista e fisioterapeuta, como também exames de ultrassom de rins e tireóide. 

“A paciente faltou em pelo menos duas oportunidades e se recusou a passar por uma consulta porque se tratava de um médico homem, não mulher, o que demandou a necessidade de marcar outra data”, explicou a pasta. 

O histórico mostra que Sirlandia realizou agendamentos a cada semestre, pelo menos; e conseguiu consulta ou procedimento para o mês seguinte. No geral, a pasta explicou que o tempo de espera é de até 30 dias. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também