sábado 22 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Passarela na Marginal do Una é nova opção para pedestres e ciclistas

Acesso de 15 metros de extensão liga a Vila Figueira e a Vila Urupês sobre o rio Una; obra foi executada por meio de parceria com a iniciativa privada

19 junho 2019 - 10h00Por de Suzano

A avenida Governador Mário Covas Júnior, a Marginal do Una, agora conta com uma nova opção para travessia de pedestres e ciclistas. Desde a última semana, foi liberada para uso uma passarela no trecho em frente ao Centro de Distribuição dos Correios, entre as pontes das ruas Caboclos e Vereador Romeu Graciano, ligando a Vila Figueira e a Vila Urupês.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi esteve na tarde desta terça-feira (18) no local com o secretário de Transporte e Mobilidade Urbana de Suzano, Claudinei Galo, para conferir como ficou a obra.

A passarela metálica sobre o rio Una tem 15 metros de comprimento e foi instalada em maio e junho a partir de uma parceria entre a pasta, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e empresários, que notaram a necessidade de um acesso adequado e facilitado para moradores e trabalhadores locais. Não houve qualquer custo para a Prefeitura de Suzano.

Segundo a Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, serão tomadas as devidas medidas para coibir o uso irregular da passarela como travessia de motocicletas. “Queremos estabelecer apenas a utilização de pedestres, tanto pela própria preservação da estrutura quanto pela segurança e bem-estar de todos”, explicou Galo.

O prefeito destacou a importância da parceria para garantir melhorias para a população. “Este é um trabalho importante para a mobilidade urbana, para o desenvolvimento econômico e para a qualidade de vida. E iremos buscar mais parcerias para viabilizar a instalação de outras passarelas neste modelo, que atendem amplamente as demandas da comunidade”, afirmou Ashiuchi.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também