sábado 20 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Posto do Vitória não tem seringas e medicamentos, dizem pacientes

Enquanto nenhuma providência é tomada, os suzanenses driblam essa condição procurando outros postos da cidade

06 agosto 2017 - 12h47Por Lucas Lima - De Suzano
Moradores do bairro Jardim Vitória, em Suzano, reclamam que há falta de seringas, medicamentos e atendimentos de exames na Unidade Básica de Sáude (UBS) da região. De acordo com eles, a situação ocorre há quase um ano. De acordo com a Secretaria de Saúde de Suzano, o orçamento aprovado pela gestão anterior para o exercício 2017 não contemplava na totalidade a reposição destes insumos, mas a pasta está acelerando os processos para regularizar a situação. 
 
Enquanto nenhuma providência é tomada, os suzanenses driblam essa condição procurando outros postos da cidade. Esse é o caso do aposentado Natalicio Bezerra da Silva. Ele contou que depende da seringa para tomar insulina. Segundo ele, os pedidos não são realizados, já que os funcionários alegam que a demanda é grande. "Eles tentam reduzir pedidos de exames para não ter demanda para apenas um paciente. Em uma ocasião, o médico viu e questionou sobre o modo que eles falaram comigo. Desde 17 de julho, estou sem seringa, o que é um problema muito grande. Fora que faltam outros remédios", explicou.
 
Já a dona de casa Angélica Aparecida comentou que a unidade da região está largada. "Quando é atendimento rápido tudo dá certo. Mas, em relação a exames e medicamentos, a situação fica complicada. Deveriam ter um olhar mais cuidadoso para a área da saúde na cidade", argumentou.
 
A estudante Raissa Tawane foi até o posto para marcar um atendimento com ginecologista, porém ficou surpresa ao saber que não poderia passar pela consulta. "Disseram que apenas grávidas ou pessoas com suspeitas de doenças que podem marcar. Um absurdo isso, primeira vez que venho agendar. Agora vou ir em outros postos para tentar passar pelo médico", lamentou.
 
Em relação aos remédios, o ajudante Lourenço Pedro comentou que sempre tem problema para retirar medicamentos para a esposa. "Minha mulher tem um problema no nervo e passa por exames semanalmente. Precisa de remédio, que muitas vezes não tem. Não pode faltar um tipo de coisa como essa", completou.
 
Além da UBS do Jardim Vitória, o posto da Casa Branca também é alvo das mesmas reclamações. Segundo os moradores, há dois meses o local está sem remédio.

Deixe seu Comentário

Leia Também