Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 14 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/10/2019
Villa Europa
Secom Segurança
CENTERPLEX 11/10 A 18/10
Cidades

Professores de Suzano participam de curso pedagógico sobre surdocegueira

Capacitação tem duração de um ano e é fruto de uma parceria da USP com o Condemat

Por de Suzano03 AGO 2019 - 15h00
Professores de Suzano participam de curso pedagógico sobre surdocegueiraFoto: Irineu Júnior/Secop-Suzano

O Centro Educacional Mirambava recebeu nesta semana a primeira aula do curso “Comunicação para Pessoas com Surdocegueira Congênita e Pessoas com Deficiência Múltipla Sensorial”. A capacitação tem duração de um ano e abrange 51professores de todo o Alto Tietê e tem metade de seu quadro composto por profissionais da rede municipal de ensino de Suzano. 

A atividade é coordenada pelas professoras Shirley Maia e Karina Maldonado, da Associação Educacional para Múltipla Deficiência (AHIMSA), e é fruto de uma parceria da Universidade de São Paulo (USP) com o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat). A carga horária é de 180 horas e contará com aulas semanais de 3 horas de duração às quintas-feiras. 

Durante os encontros, serão realizadas aulas teóricas e práticas que tratarão de técnicas dedicadas a alunos com surdocegueira congênita - uma condição que pode ser causada por fatores como doenças passadas da mãe para o bebê durante a gestação, meningite ou síndromes genéticas. Nestas condições, o aluno não desenvolveu uma linguagem convencional e necessita de abordagens pedagógicas alternativas. 

A iniciativa contará com a parceria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) que concederá duas professoras para aulas especiais: uma fisioterapeuta e uma oftalmologista que concederão aulas explicando as particularidades da surdocegueira e da deficiência múltipla sensorial. 

Segundo o secretário municipal de Educação Leandro Bassini, os 25 participantes de Suzano também passarão por uma etapa de estágio, onde trabalharão com alunos com deficiência e poderão desenvolver as técnicas aprendidas no curso, que tem previsão de encerramento para agosto de 2020. 

“Essa é uma oportunidade para os profissionais da rede municipal para que ampliem seus conhecimentos. Nosso principal objetivo é estabelecer em nossa cidade uma educação de base inclusiva e abrangente, que dê oportunidades para todos, sempre respeitando cada uma de suas características”, concluiu Bassini.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias