Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Domingo 22 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv

Programa Boa Visão realiza testes clínicos com alunos de 3 a 6 anos

Programa é realizado em parceira com o Saspe e as secretarias de Saúde e Educação de Suzano

Por Lucas Alsil - De Suzano24 SET 2017 - 14h40
Foram realizados testes de visão no Ambulatório de Especialidades MédicasFoto: Bruna Nascimento/Divulgação
O Programa "Boa Visão" realizou, na manhã deste sábado (23), a fase clínica da iniciativa, com alunos de 3 e 6 anos, de 95 unidades escolares das redes municipal e estadual, e do Serviço Social da Indústria (Sesi). A ação ocorreu no Ambulatório Médico de Especialidades Doutor Joracy Cruz, em Suzano. Após uma triagem feita nas escolas, as crianças tiveram uma consulta com o oftalmologista para a confecção de óculos, que serão entregues gratuitamente nas escolas. O programa é realizado em parceira com o Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), e as secretarias municipais de Saúde e da Educação. O prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) acompanhou a realização da atividade ao lado da presidente do Fundo Social de Solidariedade e primeira-dama Larissa Ashiuchi. O secretário municipal de Saúde e oftalmologista, Luis Claúdio Rocha Guillaumon, também esteve presente na ação. 
 
"O programa influencia diretamente não só na saúde, mas também na educação e na maneira das crianças verem o mundo. Elas passam a enxergar com uma qualidade melhor o mundo ao seu redor", explicou o prefeito sobre o intuito da iniciativa. 
 
Guillaumon disse que o programa não consiste apenas em entregar óculos às crianças. Outros problemas oculares também são diagnosticados com os exames. "Apesar da idade, encontramos crianças já com catarata", disse o secretário.
 
A presidente do Fundo Social falou sobre o benefício de cuidar da visão das crianças. "Têm crianças que não conseguem um bom desempenho na escola por causa da visão. Esse ano, conseguimos atender as crianças de 3 e 6 anos. Temos esse cuidado porque com 6 e 7 anos, a vista da criança já está se definindo". 
A coordenadora do programa, Solange Fiamini, demonstrou um grande carinho pela iniciativa. "Sou coordenadora do ‘Boa Visão’ há 21 anos. Tivemos em torno de 6 mil alunos testados nas escolas. Desses alunos, cerca de 1.350 crianças foram encaminhadas para a consulta oftalmológica. No final de semana passada, atendemos mais de 600 alunos, e agora atenderemos aproximadamente a mesma quantidade". Representantes de uma ótica estavam no local para que as crianças pudessem escolher os óculos. Após a confecção, a previsão é que os óculos sejam entregues até o dia 30 de outubro. 
 
A professora Lucilene Lima, mãe da Rafaela, de 6 anos, contou que acha a iniciativa boa para a melhora da saúde da filha. "Ela reclamava muito de dores de cabeça. Quando a levei no pediatra, a médica já havia a encaminhado ao oftalmologista. A iniciativa é ótima, pois muitas crianças terão a oportunidade de usar agora. O sonho dela era usar óculos", contou a professora.
 
A dona de casa Alice Camargo, também demonstrou satisfação com o programa. "Está tudo muito bem organizado. É a terceira vez que participo do projeto. Desta vez há até um espaço para as crianças se distraírem enquanto esperam a consulta", disse a avó de Pedro Henrique, de 7 anos, aluno da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Antonio Marques Figueira. "Ele está muito feliz, escolheu o óculos que ele queria", completou. 
 
As consultas tiveram início as 8 horas e terminaram as 17 horas. Os atendimentos continuam, neste domingo (24), no mesmo horário. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias