Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 12 de dezembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/12/2018
PMMC DEZEMBRO - SALA DO EMPREENDEDOR
PMMC BAZAR SOLIDARIO 2018
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO

Projeto ‘atrasado’ prevê ligação entre Suzano e Barra Funda

06 MAI 2017 - 08h01

Um projeto da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que tinha previsão para ser implantado em 2015, prevê expansão dos trilhos da Linha 11-Coral, de Suzano à Barra Funda. Para o mesmo ano havia a previsão da Linha 12-Safira chegar até Suzano. Neste último caso, o governo do Estado afirmou que o projeto não saiu do papel por falta de recursos, mas prometeu que a baldeação acontecerá na cidade após a conclusão da segunda etapa das obras da estação de Suzano. Para 2025, o Estado tem um projeto de expansão da Linha 11 da Estação Estudantes até César de Souza, ambas em Mogi das Cruzes.

A informação consta no relatório “Atualização da Rede Metropolitana de Alta e Média Capacidade de Transportes da RMSP”, elaborado em 2013, pela Secretaria de Estado de Transportes Metropolitanos. Porém o documento só foi divulgado recentemente no setor de transparência do site da pasta estadual.

Segundo o documento, com a expansão até a Barra Funda, a Linha 11 teria 39 quilômetros de extensão. Já de Suzano até César de Souza são 17 quilômetros.

O relatório traz dados da expansão dos transportes metropolitanos em todo o Estado. Ele aponta que a definição dos prazos de implantação foi elaborado com base nos cronogramas de cada empresa, neste caso, a CPTM. "Utilizaram-se também critérios operacionais, visando principalmente o equilíbrio da rede. A cronologia da expansão da rede foi elaborada observando-se a conectividade das estações e condição de saturação das linhas existentes a fim de evitar prejuízos ao sistema atual em operação", explica o documento.

O Estado frisa também que os prazos apontados precisavam ser rediscutidos posteriormente, em outros estudos, para que houvesse a compatibilização dos gastos.

ATRASOS

A falta de verba do governo do Estado, diante da crise econômica, tem atrasado a entrega de algumas obras. No mês passado, por exemplo, o diretor-presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Paulo de Magalhães Bento Gonçalves, informou que não há prazo para a finalização da segunda etapa das obras da estação de Suzano. Segundo ele, apesar de serem prioritários, os serviços só serão feitos quando houver a disponibilidade de recursos. Com o término desta etapa das obras, a Linha 12 passará a ter baldeação na cidade suzanense, o que permitiria o cumprimento de uma das etapas citadas no relatório.

Quando a primeira fase foi entregue, em fevereiro do ano passado, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse que a licitação seria aberta em março do ano passado e a conclusão seria neste ano.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias