segunda 17 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Promotoras Legais abordam diversidade sexual no mês do orgulho LGBTI

Curso do Saspe ainda tratou a respeito do meio ambiente e dos direitos das crianças e dos idosos

28 junho 2019 - 10h04Por de Suzano

O curso de Promotoras Legais Populares (PLPs), promovido pelo Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), contou neste mês com reuniões que reforçaram a reflexão sobre importantes datas. O Orgulho LGBTI, lembrado em 28 de junho, foi um dos temas abordados e engajou o grupo na busca por mais informação. O período ainda contemplou encontros sobre o meio ambiente e os direitos das crianças e dos idosos. 

A diversidade sexual foi resgatada pelas advogadas Michelle Araújo e Kelly Campos, que também são alunas do curso. A dupla destacou a importância de levar informação sobre a luta da comunidade LGBTI e relacionou a causa à emancipação feminina, que, entre as décadas de 1960 e 1970, contribuiu para a mudança de perspectivas dos grupos minoritários, sobretudo quanto à ocupação de espaços públicos.

Este viés também foi pontuado pela dirigente do Saspe, a primeira-dama Larissa Ashiuchi. “É importante reconhecer os princípios da justiça social para a manutenção da democracia, abrindo espaço de fala para que possamos juntos contribuir com políticas públicas e combater qualquer tipo de discriminação, além de garantir direitos fundamentais, conforme a Constituição Federal”, disse. 

A coordenadora do curso, Sandra Nogueira, reforçou que mais uma vez as promotoras criaram um ambiente amigável para o debate esclarecedor de assuntos pertinentes, já que a reunião também contou com a presença do representante do grupo reflexivo Homens Pelo Fim da Violência Contra a Mulher, César Braga, do presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do Boa Vista, Ebert Vicente, e de participantes externos ao curso. 

Outra contribuição neste mês foi do engenheiro ambiental e presidente do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema), Alexandre Fraga, que trouxe noções do Direito Ambiental, em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho. O Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, lembrado em 15 junho, também foi apontado pela advogada Adriana Zorub, que discutiu legislação e apuração dos casos, que, na maioria das vezes, acontece dentro de casa. De maneira semelhante, a professora e conselheira tutelar Maria Luciana Garcia de Sousa Panao abordou o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), sanando inúmeras dúvidas das participantes. 

Recesso

O curso encerra oficialmente o semestre em 2 de julho (terça-feira), com a palestra “A Figura Feminina na Arte e na Cultura Visual: Reflexões sobre a Naturalização da Violência”, ministrada pelo coletivo Rizomáticas. As aulas retornarão no mês seguinte, em 6 de agosto, com encontros às terças-feiras, a partir das 18h30, no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi.