Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 19 de setembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/09/2019
PMMC ENTREGAS
Centerplex 19 a 25/09
PMMC CIAS
Segurança

Repasse de R$ 928 mil será destinado a compras de viaturas

Itaquaquecetuba é o único município a receber R$ 300 mil. Anúncio foi feito nesta sexta-feira (17) pela deputada federal

Por Aline Moreira - de Suzano17 MAI 2019 - 23h58
Anuncio foi feito pela deputada federal Kátia Sastre (PR)Foto: Sabrina Silva/DS
Oito cidades do Alto Tietê, que pertencem ao Comando de Policiamento de Área Metropolitana (CPAM-12), receberão em breve um repasse de R$ 928 mil, de emenda parlamentar, que deverá ser revertido para o reforço na segurança pública dos municípios. O anuncio foi feito pela deputada federal Kátia Sastre (PR) na manhã desta sexta-feira (17) durante a solenidade de entrega dos ofícios aos responsáveis pelos três Batalhões de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) da região - 17º, 32º e 35º. 
 
Cada batalhão ficará com uma parcela do valor total, que será dividido para a compra de viaturas policiais e aquisição de novos computadores. O 17º, que atende os municípios de Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba-Mirim e Salesópolis, vai receber o maior valor por conta da quantidade de cidades envolvidas, serão R$ 328 mil; o 32º batalhão, que atende Suzano, Poá e Ferraz de Vasconcelos receberá R$ 300 mil e o 35º, que atende somente Itaquaquecetuba, irá incorporar R$ 300 mil na conta da segurança pública. 
 
A deputada ressaltou a importância da verba para a região e explicou que o montante pode e deve ser utilizado para a maior necessidade de cada município.  "Sei que a situação da segurança pública está precária aqui na região, por isso estabeleci critérios para a destinação da verba e escolhi o Alto Tietê para receber a quantia", conta. 
 
Segundo o comandante coronel Wagner Tadeu da Silva Prado, que está a frente do CPAM-12 há quase um ano, toda a verba será destinada a compras de viaturas policiais, tendo em vista a precariedade desde item na região, e computadores por conta do desfalque nas delegacias. Na ocasião, o comandante agradeceu a deputada e explicou porque Itaquá não irá dividir o valor recebido com outras cidades. 
 
"Itaquá é um município onde a dificuldade de trabalho é maior. A frota do 35º batalhão é bem desgastada e velha e a situação urbana da cidade faz com que as viaturas se destruam mais rapidamente. Por conta disso, a cidade irá receber o valor sozinho. Vamos destinar também a verba para a infraestrutura do batalhão", esclarece. 
 
Estiveram presentes no local as autoridades policiais, comandantes e tenentes responsáveis pelos batalhões; o chefe de gabinete de Suzano, Afrânio Evaristo, que esteve representando o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR); os presidentes das Câmaras Municipais de Mogi, Rinaldo Sadao Sakai e Biritiba, Fernando José Gonçalves, assim como o vereador da Câmara de Salesópolis, Claudio do Prado Moraes e o vereador David de Araújo Campos, que representou o presidente da Câmara de Poá. 
 
‘Toda ajuda é válida’, diz Sastre sobre volta das perícias médicas
 
Além de anunciar o repasse de R$ 928 mil a segurança do Alto Tietê, a deputada federal Kátia Sastre (PR), comentou sobre a volta do serviço de perícias médicas no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Suzano, que ficou com os atendimentos paralisados por quase 15 dias. 
 
No início dessa semana, o também deputado federal Marco Bertaiolli (PSD) anunciou o retorno dos trabalhos à unidade suzanense. 
 
À frente do trabalho
 
Muitos assemelharam a volta do setor de perícias ao deputado, mas Sastre garantiu que também esteve à frente do trabalho, encaminhando pedidos e projetos a subsecretária da Perícia Médica Federal, Karina de Teive e Argolo. 
 
"Fica difícil pontuar quem realmente foi o responsável pela volta porque muita gente ajudou. Acho que todos que lutaram pela volta da perícia têm que ser destacados, independente de quem foi ou com quem falou. Toda ajuda é válida nessa hora", disse. 
 
A deputada ainda pontuou que assim que soube do cancelamento do setor de perícias, entrou em contato com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e a chefe da perícia médica federal para debater o assunto. 
 
Santa Casa
 
Quanto a Santa Casa, Sastre explica que já solicitou ajuda novamente do Ministério da Saúde e da Economia para tentar reverter a perda do prédio da unidade hospitalar, que irá a leilão em julho. 
 
Assessoria do ministro
 
"O ministro da Saúde já pediu para a assessoria dele mobilizar as esferas judiciais para ver o que pode ser feito e o ministro da Economia pediu uma reunião com as Caixas Econômicas para tentar chegar a uma solução. Não posso garantir nada, mas estou cobrando diariamente para que a cidade não perca esse prédio", explica.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias