segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Ruas do Centro de Suzano vão ganhar 50 lixeiras; 15 foram colocadas

Outras 35 estão em processo de finalização para a instalação nos próximos dias

22 julho 2017 - 15h36Por Marcus Pontes - De Suzano

Suzano iniciou o processo para instalar as novas lixeiras públicas na malha central. A Prefeitura colocou 15 novas papeleiras. Outras 35 estão em processo de finalização para a instalação nos próximos dias. Os compartimentos foram doados pela Associação Comercial de Suzano (ACE), com apoio da Empresa Pioneira.

O DS percorreu as ruas do quadrilátero central. Na Rua General Francisco Glicério e verificou que  é possível encontrar sacos plásticos amarrados em postes como uma espécie de lixeira improvisada. A via, uma das principais do município e é a detentora do maior número de lixeiras quebradas, com nove danificadas. Seguida da Rua Benjamin Constant, tendo sete. Na Avenida Antônio Marques Figueira, o número de compartimentos quebrados chega a três, enquanto as ruas Baruel e Campos Salles somam duas e uma, respectivamente.

Na contagem das novas lixeiras, o Largo da Feira concentra o maior número, com seis novos repartimentos de lixo. Os objetos são os únicos que não apresentam nenhuma avaria causada pelo tempo, ou por atos de vandalismo no município.

Apesar do anúncio da instalação, a falta de lixeiras é uma reclamação constante de pessoas que caminham diariamente no quadrilátero central. A queixa é recorrente, pois as vias têm, em média, três quilômetros de extensão. “É preciso que tenha uma lixeira a cada 400 metros. A pessoa não encontra e, por isto, acaba jogando no chão”, comentou o comerciante Derick Rodrigues.

A opinião é compartilhada pelo mecânico Diogo Rafael. Segundo ele, a falta de lixeiras deixa o município mais sujo. “Eles aproveitam que não tem e jogam nas ruas, sem se importar se vão entupir os bueiros. Claro, é a consciência de cada um, mas é importante que tenha lixeiras em todas as ruas”.

Deixe seu Comentário

Leia Também