quinta 18 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Rede de coleta

Sabesp faz licitação para iniciar obras de esgoto em Palmeiras

Na primeira fase, o investimento será de R$ 7 milhões e mais de três mil pessoas serão beneficiadas

13 julho 2017 - 08h47Por Marília Campos - De Suzano
A primeira etapa das obras de saneamento no Distrito de Palmeiras está em processo de licitação. Quatro bairros receberão sete quilômetros de redes coletoras de esgoto. Nesta fase, o investimento será de R$ 7 milhões e 3,2 mil pessoas serão beneficiadas. De acordo com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), a previsão para o início das obras está mantida para este semestre. 
 
O processo de licitação para primeiro pacote de obras da Sabesp em Palmeiras está em andamento. A etapa visa o assentamento de sete quilômetros de redes coletoras de esgoto nos bairros Jardim do Lago, Recanto Ouro Fino, Vila Fátima e Parque Buenos Aires. 
 
Ainda de acordo com a companhia, a segunda etapa está em fase de elaboração de edital para a contratação de serviços. O segundo pacote contemplará a execução das Estações Elevatórias de Esgoto (EEE) Paineiras e Vila Cunha. Além de 1,3 quilômetros de linhas de recalque e 600 metros de coletor-tronco. O investimento neste ponto será de R$ 4 milhões e atenderão aproximadamente 2 mil pessoas. A Sabesp ressalta que a previsão para o início dessas obras está mantida para este semestre. De acordo com a Prefeitura, o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) fez as solicitações visando a melhoria na qualidade de vida dos moradores de Palmeiras.
 
Investimento
Há aproximadamente duas semanas, durante vistoria nos trabalhos da Avenida Major Pinheiro Fróes (SP-66), o Executivo pontuou o investimento de R$ 50 milhões para as obras de saneamento básico em Palmeiras, do qual R$ 11 milhões serão aplicados nas duas primeiras etapas. Além do fechamento dos poços na SP-66, a companhia estadual também encabeça o projeto de Escola Ambiental, prevista para ser implantada no antigo reservatório hídrico da cidade, no Sesc da Região Norte. 

Deixe seu Comentário

Leia Também