segunda 20 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Educação

Saiba como funciona o novo aplicativo de segurança nas escolas

Aplicativo Conviva já funcionava em fase de teste em algumas escolas

06 abril 2024 - 20h00Por da Reportagem Local

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) lançou recentemente o Aplicativo Conviva, a nova versão da Plataforma Conviva (Placon). O aplicativo, que já funcionava em fase de teste em algumas escolas, é utilizado para registro de ocorrências no ambiente escolar, incluindo agressão, bullying, racismo, porte de arma de fogo, dano ao patrimônio, tentativa contra a vida e questões disciplinares, e faz parte do Conviva (Programa de Melhoria da Convivência e Proteção Escolar).

As novas funcionalidades da iniciativa garantem o acompanhamento de episódios de violência e agilizam a sistematização dos dados pelas Diretorias Regionais de Ensino e a própria Seduc-SP.

O sistema elenca até oito tipos de ocorrências, que são registradas e acessadas por um grupo capacitado de profissionais formados pelo professor orientador de convivência, professor especialista em currículo, diretor e vice-diretor.

Além do espaço para descrição detalhada sobre os casos, o aplicativo permite às unidades de ensino fazer o registro dos envolvidos, agressores e vítimas (seja estudante ou membro da equipe escolar) e a gravidade de cada episódio. Na “tela de chamados”, é possível fazer a consulta do histórico — do mais recente ao mais antigo —, e status de cada incidente por unidade de ensino e diretoria. Já na “tela de envolvidos”, caso o incidente tenha desdobramentos, o site está aberto à consulta de qual encaminhamento foi adotado: medidas disciplinares, atendimento psicológico, rede de proteção ou sistema de saúde.

Outra opção da ferramenta é o registro diário de não ocorrências. As anotações de ausência de episódios de violência, inclusive em dias não letivos, são importantes para o monitoramento e a construção de políticas protetivas pelas equipes do Conviva nas Diretorias de Ensino e da Seduc-SP. Com ajuda do novo aplicativo — acessível pelo computador e dispositivos móveis —, as equipes também podem exportar as informações em arquivos pdf e Excel.

“O Conviva SP e as ações relacionadas ao programa têm como objetivo garantir a boa convivência e oferecer um ambiente seguro aos nossos estudantes. Até agora o sistema nos oferecia uma ‘foto’ dos episódios de violência registrados em nossas escolas. Agora será possível ver um ‘filme’ completo dos casos e todas as tratativas tomadas. A nova versão do Sistema Placon também dá mais visibilidade às diretorias de ensino sobre o que acontece em cada uma de suas escolas de forma mais organizada e rápida”, explica Bety Tichauer, diretora de projetos especiais.

Em 2023, o Conviva SP implantou uma série de iniciativas na rede estadual de ensino. Entre elas está a contratação de 550 psicólogos para atuar nas escolas e regionais. O objetivo é melhorar a qualidade do processo de ensino-aprendizagem e construir ambientes escolares com climas cada vez mais harmônicos.

Deixe seu Comentário

Leia Também