sábado 15 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Saspe vai oferecer capacitações aos usuários do Caps Infantojuvenil

Ideia é promover integração e destinar vagas em cursos e oficinas voltados ao empreendedorismo e à cultura

06 junho 2019 - 13h59Por de Suzano

A primeira-dama de Suzano e dirigente do Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), Larissa Ashiuchi, propôs oferecer capacitações aos mais de cem usuários do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Infantojuvenil Entrelaços. A ideia é promover a integração e destinar vagas aos frequentadores da unidade em cursos e oficinas voltados às áreas de empreendedorismo e de cultura.

Para tanto, uma reunião entre Larissa e os suzanenses atendidos pelo Caps, com seus respectivos familiares, será realizada na segunda quinzena de junho no Cineteatro Wilma Bentivegna (rua Paraná, 70 – Centro). “Na oportunidade, vamos conversar com os jovens para entender e saber quais são seus interesses e objetivos. Desta forma, conseguiremos atendê-los individualmente em capacitações de seus interesses”, explicou a dirigente do Saspe.

A novidade foi compartilhada na terça-feira (4/6), na sede do Caps Infantojuvenil, no Conjunto Residencial Iraí, durante encontro entre a primeira-dama, o coordenador de Cursos do Saspe, Carlos Bragheroli, a diretora de Projetos Especiais, Sandra Lopes Nogueira, e os funcionários do Caps: a auxiliar de enfermagem Valesca Garcia, as psicólogas Tatiane Tomizawa e Débora Priscila Panhoto e o técnico em Farmácia Éder Barbosa.

“Por aqui, contamos com cerca de cem usuários em atendimento terapêutico singular. São crianças e jovens, de 2 a 17 anos, que recebem todos os cuidados necessários. Inclusive, há oficinas esportivas, musicais e ligadas ao meio ambiente, que são disponibilizadas aos frequentadores. A oportunidade de ampliar essas atividades vai ajudar e muito nossos pequenos”, destacou a psicóloga Débora Panhoto.

Para Larissa, a efetivação desse projeto será uma grande oportunidade dos jovens assistidos pelo Caps Entrelaços se integrarem em outros ambientes e participarem de mais atividades. “Nossa juventude é capaz e eles precisam desse incentivo. Por isso, vamos identificar quais as demandas numa reunião com eles e com os pais nas próximas semanas. Sendo assim, já poderemos criar uma grade de cursos que atenda todos os gostos e interesses”, disse a primeira-dama.