sábado 20 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Saúde inicia monitoramento das cadernetas de vacinação de alunos

Ideia é alertar os pais sobre a importância de regularizar pendências em relação ao esquema vacinal de estudantes da rede municipal de ensino de Suzano

03 abril 2024 - 22h00Por De Suzano

A Secretaria de Saúde de Suzano deu início a um trabalho de monitoramento de todas as 14.252 crianças de até 5 anos que integram 89 escolas municipais e comunitárias da rede para identificar pendências na caderneta de vacinação dos alunos. A ideia é notificar os pais acerca da necessidade de imunizar os alunos e entender o que impediu que essas crianças fossem vacinadas.

Com as informações colhidas a partir da solicitação da carteirinha de vacinação do aluno aos pais, a pasta planeja dialogar com os responsáveis para entender se eles enfrentaram algum tipo de dificuldade para conduzir os alunos até um posto de saúde. Caso os pais tenham tido algum empecilho de deslocamento e haja a necessidade de realizar vacinação, a secretaria vai sugerir vacinar o aluno na própria escola, mediante autorização, ciência do responsável e na presença dele, por meio de um agendamento realizado previamente.

A aplicação poderá ocorrer para qualquer vacina que esteja pendente na caderneta da criança, incluindo doses contra hepatite, tetravalente, Vacina Oral contra Pólio (VOP), Vacina Oral de Rotavírus Humano (VORH), Tríplice Viral (sarampo, rubéola e caxumba), febre amarela, Tríplice Bacteriana (difteria, tétano e coqueluche), reforço contra poliomielite, dentre outras.

O secretário municipal de Saúde, Diego Ferreira, ressaltou que a ideia é alertar os pais sobre a importância de regularizar o esquema vacinal e identificar possíveis dificuldades enfrentadas por eles no acesso às unidades. “Essas crianças precisam estar protegidas. As vacinas dos primeiros cinco anos de vida são fundamentais não só para evitar que elas contraiam doenças erradicadas, como também para proporcionar mais qualidade de vida às crianças. Essa análise nas escolas é um meio de atingir o máximo possível de pessoas de 0 a 5 anos e essa parceria com a Secretaria Municipal de Educação nos ajuda demais neste processo”, afirmou Ferreira.

Por sua vez, o chefe da pasta da Educação, Leandro Bassini, pediu para que os pais facilitem a comunicação com as equipes de Saúde. “As equipes estão indo às escolas justamente para aproximar esse serviço. Vale lembrar que nenhuma criança será vacinada sem o consentimento do pai ou da mãe, por isso, é importante que as informações sejam passadas corretamente para que tenhamos todas as crianças com a caderneta completa”, lembrou ele.

Mesmo com as equipes da Saúde realizando o monitoramento, a responsabilidade de levar a criança para vacinar é dos pais. Por isso, é importante que os responsáveis compareçam a uma unidade com a criança, portando documento oficial e comprovante de endereço para regularizar a caderneta. A lista de postos de saúde da cidade pode ser acessada por meio do link bit.ly/EnderecosUBS.