Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 21 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/08/2019
CENTERPLEX 15 A 21/08
PMMC - TRATA BRASIL
Segurança

Seccional quer Delegacias da Mulher funcionando 24h na região

Estado está contratando novos funcionários para atuarem nas DDMs. Nesta quinta-feira (15), unidade da Mulher completou 4 anos

Por Isabelle Santini - de Suzano16 AGO 2019 - 00h04
Delegado seccional de Mogi das Cruzes e região, Jair Barbosa Ortiz, afirmou que pretende solicitar ao Estado a ampliação do atendimento nas Delegacias de Defesa da Mulher (DDM) 24 horasFoto: Sabrina Silva/DS
O delegado seccional de Mogi das Cruzes e região, Jair Barbosa Ortiz, afirmou que pretende solicitar ao Estado a ampliação do atendimento nas Delegacias de Defesa da Mulher (DDM) 24 horas. O anúncio foi feito durante comemoração dos quatro anos da Delegacia da Mulher em Suzano.
 
O único obstáculo que impede que isso aconteça é a questão do quadro de funcionários especializados para isso. Contudo, segundo Ortiz, o Estado já está contratando novos funcionários. 
 
Ele classificou essa ação como um "sonho" que possui como delegado seccional. 
 
"O principal sonho que tenho como seccional é que uma Delegacia da Mulher funcione 24 horas". Além disso, Ortiz pretende inaugurar mais Delegacias da Mulher na região o mais breve possível. 
 
"A minha meta é inaugurar outras (DDMs) na região, mas isso não depende só de mim e sim de situações externas. Mas quero que isso aconteça o mais rápido possível", comenta.
 
De acordo com Ortiz, a DDM é importante, pois transmite às mulheres vítimas de violência um atendimento especializado. 
 
A meta da gestão do delegado seccional é a de investir, cada vez mais, em ferramentas e mecanismos que favoreçam as mulheres.
 
DDM em Itaquá
 
Em relação à implantação de uma DDM em Itaquaquecetuba, Ortiz classificou como importante a inauguração do local, mas ainda não há data específica para que a cidade receba a Delegacia da Mulher. Os funcionários que vão atuar na DDM de Itaquá já estão realizando cursos e treinamentos na Academia de Polícia, segundo informações do delegado seccional. "Por mim teria sido inaugurada em março, mas isso não depende apenas de mim e sim de circunstâncias alheias a minha vontade. Mas ela será inaugurada sim, pois é de extrema importância que o município receba uma delegacia como essa".
 
Deic
 
Em relação à uma eventual instalação de uma delegacia do Departamento de Investigações Criminais (Deic) no Alto Tietê, Ortiz se posicionou de forma favorável e afirmou que por ser um departamento especializado, o Deic vai contribuir com a segurança na região. "No que depender de mim como delegado seccional o Deic vai ter todo apoio para atuar na região, é um trabalho diferenciado e pra gente só vem a somar, além de contribuir muito com a segurança", completou. 
 
Nova unidade pode ser implantada no Boa Vista
 
O deputado estadual Estevam Galvão (DEM) afirmou que há um trabalho para que a região norte de Suzano, Boa Vista, seja contemplada com uma Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). "Existe um trabalho com o governo estadual para trazer uma segunda Delegacia da Mulher em Suzano. Isso é importante para o combate da violência contra as mulheres", comentou o deputado durante o café da manhã realizado na sede da DDM de Suzano. 
 
De acordo com Galvão, o trabalho e atuação da DDM é competente. "É gratificante quando podemos fazer algo por outra pessoa. Fico feliz por ver uma das obras que eu trouxe para Suzano funcionar com competência. Essa DDM foi inspirada na Lei Maria da Penha e hoje ela comemora quatro anos de atuação na cidade". 
 
Sala Rosa
 
Uma nova sala rosa será inaugurada no município. De acordo com a presidente da Comissão da Mulher Advogada, Maria Margarida Mesquita, a sala ficará disponibilizada na Associação de Assistência a Mulher ao Adolescente e a Criança Esperança (Aamae), no bairro Cidade Miguel Badra. “É de suma importância ações que favoreçam as mulheres”. 
 
‘Uma vida com violência não é uma vida boa’, diz delegada da Mulher
 
Em comemoração aos quatro anos de atuação no município, a Delegacia de Defesa da Mulher de Suzano (DDM) recebeu, na manhã desta quinta-feira (15), autoridades da Polícia Civil, Guarda Civil Municipal, estadual e municipal para um café da manhã realizado na própria sede. Estavam representando o prefeito Rodrigo Ashiuchi, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Larissa Ashiuchi, o chefe de Gabinete, Afrânio Evaristo da Silva, a secretária de Administração, Cintia Renata Lira, e o controlador Geral do Município, Fátimo Aparecido Rodrigues. Também estiveram presentes a presidente da Câmara, Gerice Rego Lione, o delegado titular do Distrito Central de Suzano, Alexandre Dias, entre outros.
 
A comemoração contou com um café da manhã e um “Parabéns a Você”. De acordo com a delegada titular da unidade, Silmara Marcelino, a DDM tem o objetivo de auxiliar e prestar atendimento especializado às vítimas de violência. "Quando a vítima é atendida por outras mulheres, ela se sente mais a vontade, segura e protegida para denunciar o agressor". Silmara pontua que os registros aumentaram na cidade. 
 
Contudo, ela acredita que o motivo dos números terem crescido não é decorrente ao aumento da violência, mas sim da coragem da mulher no momento em que decide realizar uma denuncia. Nos primeiros sete meses deste ano, a DDM registrou 951 ocorrências. Desde que foi inaugurada, até o mês passado, foram computados 4.969 registros. "As pessoas não podem ter medo. Uma vida com violência não é uma vida boa. Quando a violência acaba é que a vida recomeça". 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias