terça 23 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Secretaria alerta população sobre ‘golpe do falso prestador de serviço’

25 junho 2017 - 08h00

A Prefeitura informou ontem que chegou ao conhecimento dela, casos preocupantes relacionados às tentativas de roubos e de estelionato envolvendo suspeitos que utilizam veículos, equipamentos, uniformes e crachás falsificados de concessionárias de serviços, para terem acesso a residências e a condomínios e praticarem crimes. A orientação é de que, em caso de visita de representantes, as empresas sejam contatadas, a fim de que se cheque a veracidade da solicitação dos serviços. O secretário de Segurança Cidadã, Fátimo Rodrigues, acolheu recentemente diversos relatos de suzanenses que moram na região central da cidade, que teriam sido abordados por homens e mulheres que, na oportunidade, se dizem funcionários de prestadoras diversas, como de água, de rede de esgoto, de energia elétrica, de telefonia, de internet e de TV a cabo, e que alegam terem sido chamados para a realização de reparos dentro das residências. A partir do acesso à casa, o criminoso, de acordo com as vítimas, rende os moradores, ao passo em que permite a entrada de comparsas. O grupo, então, rouba objetos, dinheiro e veículos, além de outros itens de valor. Golpes semelhantes já teriam ocorrido no Alto Tietê, em São Paulo e em outros municípios do Estado. Há ocorrências, por exemplo, que versam sobre falsos funcionários que realizavam cobranças indevidas de supostos consertos - mas, não requisitados e efetuados, de fato. Os valores das intervenções chegam a R$ 500. Rodrigues alerta que as vítimas mais vulneráveis, nestes casos, são mulheres que moram sozinhas, idosos e secretárias do lar que ficam a maior parte do tempo sem a presença dos proprietários das residências - geralmente ausentes em razão do trabalho. "O perigo é ainda maior à tarde, período em que muitas famílias deixam suas casas apenas com filhos ou idosos. Por isso, todos devem ser devidamente instruídos para evitar que, por conta da desinformação, possam ser vítima dos golpistas, que, a cada dia que passa, impressionam pela forma como falsificam credenciais, uniformes e carros para terem acesso fácil ao endereço das pessoas. Em muitos casos, fica difícil identificar se o crachá é adulterado". Ainda segundo o secretário, é fundamental que os suzanenses, independentemente da região onde moram e do horário, estejam atentos à chegada inesperada e não requisitada de prestadores de serviços. "A primeira ação que deve ser tomada é manter a pessoa do lado de fora, independentemente da roupa que esteja utilizando, ou do veículo que o tenha trazido, até que haja a confirmação efetiva de que foi requisitado algum tipo de serviço. Geralmente, as concessionárias têm registros onde constam os nomes e os números de matrícula dos funcionários que são deslocados até uma casa para atender a um chamado. Logo, qualquer um que não confira com a descrição oferecida pela empresa deve permanecer do lado de fora, e a Polícia Militar (PM) ou a Guarda Civil Municipal (GCM) deve ser acionada, imediatamente", reforça a autoridade. A GCM de Suzano atende pelos números 4746-2344 e 153.

Deixe seu Comentário

Leia Também