domingo 25 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Sindicato dos Metalúrgicos faz balanço positivo de conquistas

Itens negociados entre funcionários e patrões passaram a ter o mesmo valor da legislação

05 dezembro 2022 - 08h00Por de Suzano
Com a chegada do mês de dezembro e a proximidade do final do ano, o Sindicato dos Metalúrgicos de Suzano faz um balanço positivo das ações realizadas na defesa dos trabalhadores. O principal destaque de 2022 foi a Campanha Salarial, que teve um resultado considerado muito positivo. Os metalúrgicos conquistaram reajuste salarial de 6,46%, abono de 15% e a manutenção das cláusulas sociais, que são conquistas importantes diante de um cenário como o atual, com crise econômica, desemprego alto e inflação alta.
 
“Nossa Campanha Salarial foi difícil, mas tivemos a coordenação da Federação dos Metalúrgicos e realizamos várias reuniões com as empresas da cidade. O resultado final foi positivo, pois conseguimos recuperar a inflação acumulada e ainda conquistamos um abono, que será pago em duas vezes de 7,5%. A primeira parte será para agora, até o dia 20 de dezembro, reforçando o orçamento dos trabalhadores no final do ano. E a segunda parcela vai sair até o dia 21 de janeiro, ajudando nas despesas do início de 2023”, explica o presidente Pedro Benites.
 
Ele acrescenta que as cláusulas sociais são outro ponto muito importante para os metalúrgicos. Após a Reforma Trabalhista, aprovada em 2017, os itens negociados entre funcionários e patrões passaram a ter o mesmo valor da legislação. Esses itens são as cláusulas sociais, que garantem benefícios e direitos já conquistados pelos metalúrgicos.
 
“Temos várias cláusulas sociais conquistadas ao longo dos anos e que estão mantidas por mais um ano. Um exemplo é a cláusula que garante estabilidade no emprego até a aposentadoria para o metalúrgico que sofre um acidente de trabalho grave. Se essa cláusula não existisse, o trabalhador correria o risco de ser dispensado da empresa após o acidente, justamente na hora mais difícil para ele e para a sua família”, explicou o presidente. A legislação dá 18 meses de estabilidade, enquanto o acordo dos metalúrgicos garante o benefício até a aposentadoria se o acidente for grave
 
Licença-paternidade
 
Durante as negociações da Campanha Salarial 2022-2023, o Sindicato dos Metalúrgicos de Suzano conquistou um importante avanço para os trabalhadores na licença-paternidade. A legislação estabelece cinco dias de afastamento, que começam a contar no dia do nascimento do bebê. Quando o parto ocorre às 23 horas, por exemplo, esse dia já é contado de acordo com a legislação. 
 
Em conversações com as empresas, ficou definido que o dia no nascimento da criança não será mais contado: o período de 5 dias começará a partir do dia seguinte ao parto. "Quando falamos sobre a importância das cláusulas sociais, estamos nos referindo a pontos como esse, que ajudam muito os trabalhadores em momentos importantes, como no nascimento de um filho", afirma o presidente Pedro Benites.