terça 28 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Suzano

Sindicato Rural faz análise das vantagens do Mercadão em Suzano

Mercadão está em obras

03 maio 2024 - 10h00Por da Reportagem Local

Os produtores rurais devem analisar se é rentável a participação no mercadão municipal de Suzano, aponta o presidente do Sindicato Rural, Ricardo Sato Suchiya.

Na última semana o DS fez uma matéria sobre a previsão de inauguração. A Prefeitura estima o segundo semestre de 2024. O local poderá abrigar 23 lojas. Entre os comércios que funcionarão no lugar estão produtores locais, hortifruti e segmentos com tendência à gastronomia e produtos diferenciados

Segundo o sindicato, a expectativa dos produtores é a mesma da população. Ter um novo espaço comercial que beneficia a população com produtos de qualidade e um novo espaço de entretenimento.

O equipamento será uma importante ferramenta para impulsionar o comércio local e regional. No entanto, Sato destaca que para os produtores rurais do município não deve haver aumento de vendas com ganho comercial.

“O mercado exige centenas de produtos de qualidade e de variedades, não se prendendo há apenas hortaliças, que é o foco da cidade. Dessa forma, não vejo rentabilidade. O que haverá destaque é a promoção da cidade através de marketing de vendas. O produtor apenas irá se beneficiar indiretamente com ganhos substanciais do marketing”, detalhou.

Além disso, a maioria dos produtores, que produzem com qualidade, não tem tempo para gerir o comércio varejista.

“Produzir e comercializar para varejo demanda sacrifício pelo tempo nas atividades. A agricultura familiar vende para quem vai na porta de casa e não ao contrário”, explicou.

Sato reforça que a decisão de comercializar no varejo é individual. “Cada produtor sabe como gerir o próprio negócio. Para haver vendas economicamente viáveis é preciso variedades e qualidades de hortaliças, legumes e frutas”, destaca. 

Deixe seu Comentário

Leia Também