domingo 21 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Suzanenses lotam agências da Caixa no último dia de saque de contas inativas do FGTS

Quem perder o prazo, só poderá usar os recursos nos casos previstos anteriormente, como, por exemplo, a compra da casa própria

31 julho 2017 - 15h06Por Pâmela Queiróz - de Suzano

Os suzanenses lotaram as agências da Caixa Econômica Federal (CEF) na manhã desta segunda-feira (31) para fazer o saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Quem perder o prazo, só poderá usar os recursos nos casos previstos anteriormente, como a compra da casa própria, aposentadoria, em caso de demissão sem justa causa, quando a conta permanecer sem depósitos por três anos ou no caso de algumas doenças.

Para o pedreiro José Souza, que foi verificar se tinha direito ao saque, se este dinheiro for liberado agora, virá em boa hora. “Vim verificar se tenho direito. Trabalhei em duas empresas, há mais de 40 anos, e não recebi o FGTS ainda, quem sabe agora consigo sacar”, comenta. A fila, por outro lado, na ajuda muito. “Essa fila desanima um pouco, mas o dinheiro servirá para pagar contas, então é melhor enfrentar a espera”, frisa.

O soldador, Danilo Marques, já fez o saque da conta inativa. Ele conta que usou o dinheiro para pagar contas e como não devia muito, até pode aplicar uma parte. “Consegui quitar minha contas e guardar o que sobrou no banco. A fila está grande do lado de fora da agência, mas acredito que lá dentro seja mais rápido, já que cada pessoa procura por um serviço”, destaca.

A aposentada, Claudete dos Santos, também usará o recurso para quitar dívidas. “Ainda não sei se terei direito ao saque da conta inativa, mas se tiver, este dinheiro virá em boa hora, preciso pagar contas e qualquer quantia ajudará, então vir conferir não custa nada”, detalha.

CONTAS

De acordo com a Caixa, neste mês o foco era pagar as contas inativas de quem nasceu em dezembro, nesta fase final, que termina hoje, mais de 2,5 milhões de trabalhadores tinham direito ao saque. O valor total disponível para pagamento ultrapassa os R$ 3,5 bilhões e equivale a aproximadamente 8% do total disponível.

Além disso, até agora, a Caixa pagou mais de R$ 43 bilhões para 25,37 milhões trabalhadores beneficiados pela Lei 13.446/2017. O valor pago, até 20 de julho, equivale a 98,64% do total disponível para saque (R$ 43,6 bilhões). O número de trabalhadores que sacaram os recursos das contas do Fundo de Garantia representa 84% das 30,2 milhões de pessoas inicialmente beneficiadas pela medida.

Vale destacar que quem comprovar que estava impossibilitado de sacar no período estabelecido pelo governo, como no caso de presos e de doenças graves, poderá retirar o recurso até 31 de dezembro de 2018.

Deixe seu Comentário

Leia Também