segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Campanha

Suzano continua imunização contra a gripe

42.616 pessoas haviam sido imunizadas na cidade suzanense

12 julho 2017 - 12h31Por De Suzano
A Secretaria de Saúde vai continuar imunizando a população contra a gripe até que as 15 mil doses ainda disponíveis em estoque sejam aplicadas. De acordo com a pasta, a campanha foi encerrada oficialmente pelo governo do Estado ontem. Do começo da vacinação, em 17 de abril, até terça-feira (11), 42.616 pessoas haviam sido imunizadas. O número corresponde a 82,82% da cobertura vacinal.
 
De acordo com a diretora técnica e jurídica da Secretaria de Saúde, Tânia Mara Porfírio Faria Silva Santos, a meta inicial da pasta, baseada na diretriz estadual, era atingir 90% do público-alvo. Contudo, a gestora explica que, o volume vacinal obtido em Suzano é considerado satisfatório. "Nacionalmente, a meta de 90% também não foi alcançada. Portanto, avalio que nossos números são bons. De toda forma, ainda é tempo de garantir a vacina contra a gripe, que tem validade de um ano e, agora, pode ser aplicada em todos. Os interessados devem procurar uma de nossas 22 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para receber a dose". 
 
Segundo levantamento, do grupo prioritário, os idosos foram os únicos a atingir a meta estipulada pelo Estado. Neste público-alvo, foram aplicadas 22.455 doses. O número corresponde a 96,40% da cobertura vacinal. Entre as crianças, o índice atingido foi de 69,62%. A vacinação também imunizou 53,54% dos funcionários da Saúde; 67,1% das gestantes e 78,79% de puérperas (mulheres que acabaram de dar à luz).
A campanha contra a gripe como principal alvo as pessoas mais expostas ao vírus da gripe, segundo a União: funcionários públicos da Saúde e da Educação, gestantes, crianças entre 6 meses e 4 anos, melhor idade e quem tem o sistema imunológico comprometido.
 
A vacinação também foi estendida, ao longo da iniciativa, a hipertensos sem comorbidades, diabéticos em uso de anti-hiperglicemiantes orais, pacientes com doenças respiratórias recorrentes não graves (renite alérgica, bronquite, asma leve e pneumopatias crônicas) - via indicação médica.