terça 23 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Suzano implantará 'creches-polo' para atendimento no período de férias escolares

Objetivo é atender à demanda daqueles que não poderão ficar em casa com as crianças

06 julho 2017 - 16h53Por Marília Campos - De Suzano
Durante as férias escolares de julho, a preocupação de muitos pais é quanto ao atendimento nas creches. Em Suzano, a administração estuda um plano de abertura de 'creches-polo' nas regiões da cidade. O objetivo é atender à demanda daqueles que não poderão ficar em casa com as crianças durante o período.
 
De acordo com Prefeitura, o município elabora um plano para a abertura de 'creches-polo' nas regiões Norte, Centro e Sul da cidade, que atenderão aos pais que não podem dispor da interrupção do serviço de creches. A administração deverá informar nos próximos dias quais serão as unidades que oferecerão os serviços durante as férias. Atualmente, Suzano conta com 36 creches municipais e 18 creches conveniadas. 
 
A recepcionista Ester Domingues Carrion tem o filho de 3 anos matriculado na creche do bairro Alterópolis. De acordo com a mulher, as crianças deverão entrar em férias oficialmente amanhã. Disse que, as mães que não poderão ficar com os filhos em casa, devem demonstrar o interesse de atendimento. Então, esses alunos deverão ser encaminhados às unidades que funcionarão. 
 
"Os funcionários perguntam quem vai querer o atendimento, e também avisam que não haverá transporte para levá-los. Geralmente as crianças vão para as unidades no Miguel Badra ou no Parque Maria Helena. Para mim, não será viável. Consigo flexibilizar os horários e ficar com meu filho em casa neste período", diz a mãe. 
 
Ester também reclama que as aulas são frequentemente suspensas no Alterópolis, conforme já publicado pelo DS, em março deste ano. "Não tem aula todos os dias e, às vezes, as crianças são liberadas mais cedo, pela falta de funcionários na unidade". 

Deixe seu Comentário

Leia Também