Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 22 de setembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/09/2019
PMMC ENTREGAS
Centerplex 19 a 25/09

Venda de fogos de artifício é baixa mesmo com festas juninas

Para a venda, além de o município fiscalizar, o exército, a polícia civil e os bombeiros também averiguam as condições dos estabelecimentos e os produtos

Por Fernando Barreto - de Suzano09 JUL 2019 - 15h27
Suzano não possui nenhuma lei que pune quem soltar fogos de artifícioFoto: Munique Kazihara/Divulgação
A venda de fogos de artifício é baixa nesta época de festas juninas em Suzano. Mesmo com a Copa América, e o Brasil indo à final do torneio, a venda de fogos não cresceu. Isso conforme informações de dois grandes estabelecimentos de Suzano.
 
Um deles é a loja "José Fogos", localizada na Avenida Mario Covas, onde o dono é o Douglas Moreno. Conforme Douglas disse, o estabelecimento não tem vendido muito nessa época. E alguns dos fogos vendidos, foram usados para comemorar as festas juninas. "Em relação aos jogos do Brasil, não vi quase ninguém comprar por isso. Alguns que vieram (comprar), foi por conta de festas mesmo. Mas o crescimento não foi relevante. O aumento das vendas acontece mesmo no final do ano. Ai temos um crescimento de, aproximadamente, 10%".
 
O estabelecimento "Deuza Pipas e Fogos" é outra loja que não teve crescimento nesta época. Deuzânia Rodrigues, umas das responsáveis pelo local, disse que o estabelecimento fecha entre janeiro e junho, e entre agosto e novembro. Isso porque não vendem.
 
"A venda sempre é fraca. Mesmo com o Brasil jogando a copa (América) e estando em época de festa junina, não vendemos muito. Por isso, nós fechamos o estabelecimento, só abrimos em dezembro e julho. Dezembro por conta das datas comemorativas e agora em julho ser época de pipas, e nós vendemos isso também".
 
Para a venda, além de o município fiscalizar, o exército, a polícia civil e os bombeiros também averiguam as condições dos estabelecimentos e os produtos. Sendo que o exército emite um certificado autorizando o comércio.
 
Quanto ao uso, não há leis no município que proíbam. A única exceção para o uso, conforme lei complementar n.º 14/1993, está em soltar fogos próximos a logradouros públicos.
 
Suzano não possui nenhuma lei que pune quem soltar fogos de artifício. A única exigência, que consta no Código de Posturas do Município (lei 14/1993), diz que "é expressamente proibido queimar fogos de artifício, bombas, buscapés, morteiros e outros fogos perigosos, nos logradouros públicos ou em janelas e portas que deitarem para os mesmos logradouros".
 
Nesta época (junho e julho), com a chegada das festas juninas, muitas pessoas compram fogos para comemorar. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias