Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 13 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 12/12/2017
mrv

Contra a gripe

09 MAI 2015 - 08h01

É bem verdade que a grande preocupação da saúde pública do País é com o avanço da dengue. Mas hoje é um dia importante. Trata-se da Campanha Nacional contra a Gripe. Os postos de saúde em todo o País abrem hoje para o Dia D da Campanha de Vacinação.

Devem receber a dose crianças na faixa a partir de 6 meses e menores de 5 anos, idosos, trabalhadores da saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto), presos e funcionários do sistema prisional.

Também serão imunizadas pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com condições clínicas especiais. Nesse caso, é preciso levar também uma prescrição médica especificando o motivo da indicação da dose.

Pacientes que participam de programas de controle de doenças crônicas no Sistema Único de Saúde (SUS) devem ir aos postos em que estão cadastrados para receber a dose, sem necessidade da prescrição médica.

A vacinação começou na última segunda-feira e continua até o próximo dia 22. Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas após a vacinação para criar os anticorpos que geram a proteção contra a gripe, a orientação é fazer a imunização no período de campanha para garantir a proteção antes do início do inverno.

A vacina é contraindicada a pessoas com história de reação anafilática em doses anteriores ou àquelas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

A gripe é o nome dado a uma doença altamente contagiosa, provocada por um vírus capaz de sofrer mutações com bastante frequência: o Influenzavírus ou somente influenza. Seus sintomas são bem parecidos com os do resfriado e da rinite alérgica. No entanto, são mais severos, impossibilitando a pessoa acometida de exercer suas atividades diárias, normalmente.

Apesar de não ser uma doença grave e raramente provocar sintomas por mais de duas semanas; a gripe é responsável pela morte de milhares de pessoas, todos os anos, em razão da baixa imunidade, e/ou em decorrência do surgimento de outras doenças, como pneumonias. Além disso, surtos epidêmicos e endêmicos provocados por novas linhagens do vírus também são capazes de causar um número significativo de mortes.

Portanto, é importante que a vacina seja tomada pelo grupo de risco.

Somente assim será possível garantir proteção contra o “ataque” da doença.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias