quinta 18 de julho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/07/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Esportes

Palmeiras vence o América-MG nos acréscimos e conquista o bi da Copinha

Time comandado por Paulo Victor Gomes chegou ao título desta edição com 100% de aproveitamento

25 janeiro 2023 - 18h01Por de São Paulo

O Palmeiras venceu o América-MG por 2 a 1, no Canindé, e conquistou o bi da Copa São Paulo. Os gols foram marcados por Ruan Ribeiro, no primeiro tempo, abrindo o placar para o alviverde. Renato Marques fez de pênalti. E Patrick, aos 47 minutos da segunda etapa, deu a vitória ao alviverde.

A final da Copa São Paulo começou animada. O América-MG deu trabalho ao Palmeiras desde o início e desperdiçou as chances que teve, enquanto o Verdão abriu o placar em uma boa jogada: Vitinho apenas rolou para Ruan Ribeiro abrir o placar. O Coelho acertou o travessão e no fim da primeira etapa chegou ao empate de pênalti, com Renato Marques. O camisa 9 cobrou a primeira vez para a defesa do goleiro Aranha, mas o árbitro mandou o lance voltar, pois não tinha autorizado a batida. Na nova tentativa, gol e jogo empatado no Canindé.

O América-MG voltou do intervalo dominando as ações do jogo, obrigando Aranha a fazer defesas importantes. O Palmeiras passou a melhorar a partir dos 15 minutos e teve suas oportunidades de fazer o segundo, mas na melhor delas parou na trave. Quando o jogo parecia se encaminhar para os pênaltis, veio o gol da vitória: Patrick aproveitou a cobrança de escanteio aos 47 minutos e desviou na pequena área para definir o 2 a 1 e o bicampeonato alviverde na Copinha.

O time comandado por Paulo Victor Gomes chegou ao título desta edição com 100% de aproveitamento. A equipe palestrina venceu as nove partidas que disputou pelo torneio, com 30 gols marcados e quatro sofridos. Ruan Ribeiro foi o artilheiro da competição, com nove tentos anotados. Além de ser o jogador que mais vezes balançou as redes em uma única edição do campeonato pelo alviverde, o atacante se tornou o maior artilheiro do clube no certame, igualando Edmilson, que participou das edições de 2001, 2002 e 2003.

O jogo

Na primeira chance do Verdão no jogo, Kevin enfiou para Vitinho, que finalizou na saída do goleiro e mandou à esquerda do gol. Em seguida, Aranha brilhou com bela defesa de frente para o atacante. Aos 29 minutos, Vitinho recebeu em profundidade e fez passe preciso para o artilheiro Ruan Ribeiro, que mandou para as redes e abriu o placar. O América-MG deixou tudo igual aos 41 minutos, com Renato Marques, de pênalti. Antes do intervalo, Ruan Ribeiro teve chance dentro da área, mas finalizou por cima do travessão.

A equipe de Paulo Victor Gomes voltou do vestiário com Patrick no lugar de Léo. Depois de sofrer pressão do América-MG no início, o Verdão conseguiu igualar novamente a partida e criou chances com Kevin, Estêvão e Ruan Ribeiro. David Kauã, Gilberto, Thalys e Daniel entraram ao longo da segunda etapa nas vagas de Gustavo Mancha, Estêvão, Ruan Ribeiro e Daniel, ajudando a renovar o time palmeirense.

Em um segundo tempo aberto e com muitas oportunidades criadas de ambos os lados, o gol do título palestrino só saiu aos 47 minutos. Já nos acréscimos, David Kauã cobrou escanteio fechado e, depois de tentativa de Thalys, a bola sobrou para Patrick cabecear e definir o bicampeonato da Copinha para o Palmeiras.

Deixe seu Comentário

Leia Também