quinta 29 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Lance Livre

Lance Livre 04-12-2022

04 dezembro 2022 - 05h00Por Edgar Leite

Secop
A Secretaria de Comunicação Pública (Secop) de Suzano está sob nova direção desde o dia 21 de novembro. O jornalista Paulo Pavione Miyanishi, 27 anos, novo secretário, prepara série de novidades para aprimorar ainda mais a comunicação da Prefeitura.
 
Currículo
Pavione tem um curriculo vasto. É jornalista formado pela Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação, a Fapcom, de São Paulo. 
 
Carreira
Iniciou sua carreira estagiando como analista de mídias sociais na empresa ICustomer. Foi repórter nos jornais O Diário de Ferraz e Cenário Notícias e por um ano e meio atuou na assessoria de imprensa da Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos.
 
Desde 2017
Desde janeiro de 2017 atua na Secretaria de Comunicação Pública da Prefeitura de Suzano, tornando-se agora o titular da pasta. 
 
Gestão de Mídias
Paulo Pavione é capacitado em “Gestão de Mídias Sociais” pela Universidade Belas Artes; em “Comunicação Pública” pela Faculdade Casper Líbero; e em “Videojornalismo: narrativas visuais para plataformas digitais” pelo Jornalismo das Américas; além de ter especialização em “Marketing Político e Campanhas Eleitorais” pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). 
 
Pós-graduando
Atualmente, é pós-graduando em “Gestão da Comunicação Digital e Mídias Sociais” pela Universidade Anhembi Morumbi. Autor do livro “Até que a morte nos separe”, o jornalista apresenta palestras em fóruns, universidades, escolas e em cursos independentes sobre “O Ciclo da Violência Doméstica Contra as Mulheres” e “Assessoria de Imprensa”.
 
Poupatempo
Desde a retomada dos prazos pelo Contran para o serviço de renovação de CNH, em novembro de 2021, o Poupatempo, em parceria com o Detran.SP, vem fazendo mutirões mensais para ajudar os motoristas a regularizarem as habilitações vencidas no período mais crítico da pandemia. Nesse período, foram 24 ações, com mais de 50 mil atendimentos realizados.