quarta 19 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Lance Livre

Lance Livre 13-08-2019

12 agosto 2019 - 21h19Por Edgar Leite
Inclusão do Alto Tietê no calendário de audiências
O Alto Tietê estará presente no calendário de audiências públicas que a Assembleia Legislativa fará para debater o Orçamento do Estado de São Paulo para o próximo ano. O pedido foi feito pelo deputado Estevam Galvão (DEM) e aprovado pela Comissão de Finanças e Orçamento da Alesp, que realiza as audiências públicas voltadas para este tema.
 
Em Mogi
A audiência acontecerá em Mogi das Cruzes, em data a ser definida nos próximos dias. O deputado lembra que as audiências são o primeiro passo para o debate da Lei Orçamentária Estadual, que chega no Legislativo Paulista no final de setembro. 
 
Calendário
De acordo com o calendário estabelecido pela Alesp, as audiências têm início neste mês de agosto e acontecem até setembro. “Após a realização de todas as audiências, a Comissão de Finanças elabora o relatório que será anexado ao projeto de lei do Orçamento Estadual, sempre ponderando as principais necessidades e viabilidade legal para execução das demandas apontadas pela população”, explicou Estevam.
 
Viaturas em Ferraz
No fim do ano de 2017 o vereador de Ferraz de Vasconcelos, Renato Ramos de Souza, o Renatinho Se Ligue, fez uma emenda impositiva no valor de R$120 mil, destinados à compra de duas viaturas para a realização de ronda escolar. 
 
Após dois anos
Depois de dois anos esperando, inúmeras cobranças, reclamações e requerimentos ao Poder Executivo, as duas viaturas foram entregues, segundo informações da assessoria do vereador.
 
Em manutenção
Segundo o parlamentar, no início da gestão, a GCM vinha trabalhando com apenas um carro e outros estavam em manutenção.
 
Grupos políticos
A formação de grupos políticos nas cidades da região buscam fortalecimento para a disputa nas eleições municipais do ano que vem. O pleito nas cidades deve ser bem mais disputado.