domingo 21 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Lance Livre

Lance Livre 18-10-2017

18 outubro 2017 - 05h00Por Edgar Leite
Justiça Eleitoral
A Justiça Eleitoral Paulista realiza o cadastramento biométrico em todo o Estado para atualizar o cadastro eleitoral e tornar mais segura a identificação do eleitor na hora do voto. 
 
Cadastramento
O objetivo da Justiça Eleitoral é cadastrar todos os eleitores até 2022, entretanto o comparecimento está baixo. 
 
32 milhões
Dos quase 32,6 milhões de eleitores do Estado de São Paulo, o maior colégio eleitoral do país, pouco mais de 9 milhões (28,1%) fizeram a biometria. Na capital, dos 8.894.402 eleitores, 3.138.195 (35,28%) se cadastraram.
 
Acelerar o ritmo
Para acelerar o ritmo da biometria, os cartórios eleitorais da capital e do interior deram início a uma série de ações, que visam estimular o eleitor a participar do cadastramento e evitar, assim, a formação de filas no futuro e outros transtornos. 
 
Iniciativas
As iniciativas acontecem fora dos cartórios, em um formato itinerante, e estão direcionadas tanto para a Justiça Eleitoral levar os seus serviços ao eleitor quanto para atraí-lo aos seus locais de atendimento.
 
Principais ações
Entre as principais ações externas dos cartórios estão a realização do cadastramento biométrico e do agendamento para atendimento nos cartórios. 
 
Atividades
As atividades estão ocorrendo em diferentes espaços públicos e privados, como empresas, shoppings, faculdades, hospitais e instituições governamentais. 
 
Apoio financeiro
Em atendimento às reivindicações dos gestores municipais, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca a importância de os prefeitos de todo o País se mobilizarem em busca de novo Apoio Financeiro dos Municípios (AFM) no valor de R$ 4 bilhões. 
 
Aconselhamento
A entidade aconselha que, ainda neste mês de outubro, os gestores entrem em contato com seus parlamentares e solicitem apoio para que a reivindicação seja atendida pelo Executivo Federal.