sábado 24 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Lance Livre

LANCE LIVRE 23-03-23

23 março 2023 - 05h00Por Edgar Leite

Visita à Estação de Água
As Secretarias de Meio Ambiente e de Educação promoveram nesta quarta-feira (22) uma visita à sala de sustentabilidade da Estação de Tratamento de Água (ETA), na represa de Taiaçupeba, região do Jardim Colorado, para alunos da rede municipal de ensino. 
 
Iniciativa
A iniciativa, que ocorreu em parceria com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), foi destinada aos alunos do 4º ano das escolas Antonio Carlos Mayer (Rua Pedro Felipe Reis do Nascimento, 135 - Jardim Maitê) e Professor Paulo Henrique Barreiros (avenida Joaquim Marques de Queiróz, 71 - Parque Residencial Samambaia).
 
Aprendizado
Os estudantes aprenderam sobre a importância da preservação do meio ambiente e dos recursos naturais. A ação, que durou cerca de duas horas, contou com apresentações sobre o ciclo da água, desde a sua coleta, até o tratamento e o uso, bem como a respeito do esgoto. 
 
Objetivo
O principal objetivo foi conscientizar os alunos de que este é um bem finito e que as relações diárias com ele vão fazer a diferença para o desenvolvimento sustentável. 
 
Prefeituras e Sabesp
As cobranças das prefeituras da região para que a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) conclua obras nas cidades cresceram.
 
Situação crítica
Nesta semana, no entanto, a situação ficou mais crítica em uma das cidades do Alto Tietê. A Prefeitura de Guararema foi vai à Justiça para cobrar uma solução sobre diferentes pontos da cidade com falta de água. “Com frequência, a situação é antiga e já existe uma determinação judicial para que os problemas sejam resolvidos, mas diante do não cumprimento da mesma, um novo documento está sendo protocolado”, informou a Prefeitura.
 
Ação
Em 2022, foi julgada procedente a ação civil pública protocolada em 2020 pela Administração Municipal exigindo que a Sabesp abastecesse, de forma regular e suficiente, as residências do município, em todos os bairros em que há rede pública de água potável.