quarta 21 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Lance Livre

Lance Livre 24-01-2023

24 janeiro 2023 - 05h00Por Edgar Leite

Gratuidade no transporte
O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) publicou, no sábado (21), decreto que retoma o transporte público gratuito para idosos entre 60 e 65 anos no transporte coletivo de passageiros administrados pelo Estado de São Paulo.
 
Decreto
Com o decreto, o público desta faixa etária poderá usufruir do transporte gratuito no metrô, nos trens, no VLT e nos ônibus intermunicipais, por meio de bilhete eletrônico de uso pessoal e intransferível. 
 
Interessados
Os cidadãos elegíveis interessados deverão solicitar os cartões nos postos e canais autorizados. O benefício será implementado em até 15 dias. O Decreto 67.455 regulamenta a Lei nº 17.611.
 
Cartão TOP ou Bilhete Único
No sistema metroferroviário, o transporte público para idosos será por meio do Cartão TOP ou Bilhete Único. Além dos trens e do metrô, o cartão TOP também poderá ser utilizado no sistema de ônibus intermunicipais da Região Metropolitana de São Paulo.
 
Segurança
O governador Tarcísio de Freitas nomeou 878 candidatos aprovados no concurso de soldado de 2ª Classe, na edição de sábado (21), do Diário Oficial do Estado. 
 
Curso Superior
Os novos policiais farão o Curso Superior Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, na Escola Superior de Soldados “Coronel PM Eduardo Assumpção”.
 
Duração
Com duração de um ano, os futuros soldados farão 2,6 mil horas de aulas que abordarão disciplinas, como Direitos Humanos, Criminalística, Tiro Defensivo pela Preservação da Vida, Defesa Pessoa, Inteligência Policial, Psicologia, Medicina Legal, Doutrina de Polícia Comunitária, entre outras.
 
Nomeação
A nomeação faz parte do conjunto de ações emergenciais para solucionar o déficit na Polícia Militar do Estado de São Paulo, que atualmente é de 14%. Ações para recomposição do efetivo também estão previstas para a Polícia Civil e Polícia Técnico-Científica.