Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ

Bandidos levam R$ 42 mil de loja no Centro

19 SET 2015 - 08h00

Quatro indivíduos roubaram uma loja de roupas no Centro de Suzano e levaram cerca de R$ 42 mil em produtos. Dois dos suspeitos entraram armados no estabelecimento e renderam o proprietário da loja e um vendedor, deixando-os amarrados no estoque. Os outros dois, sendo um deles uma mulher, ficaram esperando na esquina da loja, que fica na Rua Portugal Freixo. O crime ocorreu ontem, às 9h30, logo após a abertura do estabelecimento.

Segundo depoimento prestado pelo proprietário da loja para registro do boletim de ocorrência, dois indivíduos surgiram no local simulando serem clientes. Eles começaram a experimentar alguns produtos e depois de algum tempo, um deles tirou uma arma e anunciou o assalto.

FUNCIONÁRIOS LEVADOS PARA O ESTOQUE

Os funcionários foram levados para o estoque e amarrados com cadarço de tênis pelos bandidos, os quais, em seguida, começaram a roubar as mercadorias, entre elas estavam óculos que custam entre R$ 700 e R$ 860, roupas com preço médio de R$ 150, relógios, bonés, dentre outros.

De acordo com o proprietário do estabelecimento, foram roubados mais de 100 itens avaliados em aproximadamente R$ 42 mil.

O segurança de uma relojoaria que fica próxima à loja de roupas foi quem informou sobre os outros dois indivíduos, um homem e uma mulher, que ficaram esperando na esquina. Segundo ele, após o roubo, os quatro fugiram a pé do local. O caso será investigado pela Polícia Civil.

ANO PASSADO

A mesma loja de roupa foi assaltada em dezembro do ano passado. Na ocasião, sete bandidos invadiram o local e levaram pouco mais de R$ 117 mil em produtos. Em dezembro, assim como ocorrido recentemente, a loja também foi roubada pela manhã, por volta das 9 horas. Porém, em 2014, os assaltantes chegaram em dois carros, amarraram os pulsos dos funcionários com fita adesiva e os mantiveram sobre a mira de revolveres. Um dos vendedores foi obrigado a ajudar os bandidos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias