sábado 20 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Homicídio

Bombeiro civil é suspeito de assassinar esposa a tiros em Itaquá

Crime ocorreu na casa do casal. Marcas de tiros foram encontradas na parede

10 julho 2017 - 17h43Por Lucas Alsil - de Itaquá

Um bombeiro civil, de 40 anos, é o principal suspeito de ter assassinado a esposa, Rita de Cássia de Jesus Pimentel, de 39 anos, a tiros.  O corpo da dona de casa foi encontrado com marcas de tiro na cabeça e no tórax, dentro da residência do casal na Rua Epitácio Pessoa, no  Jardim Itapuã, em Itaquaquecetuba. Em uma das paredes da casa também foram localizados marcas dos disparos.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O.), o marido foi visto saindo da imóvel, em um veículo Ford Escort, de cor vermelha, após uma discussão do casal e do barulho de 4 disparos. Além das marcas de tiros no corpo, lesões que aparentavam ser causadas na intenção de se defender e resquícios de pólvora foram localizados nas mãos da vítima.

Uma testemunha, vizinha do casal, informou que os mesmos convivem há mais de 10 anos, e que no dia anterior os dois discutiram. Na noite de sábado, o bombeiro voltou para a casa, por volta das 21 horas, e após mais uma longa discussão, a testemunha ouviu o barulho de 4 disparos.

Em seguida,  o vizinho viu o suspeito saindo de carro e fugindo em alta velocidade.

A testemunha  também afirmou que o casal discutia muito, e que a  por ser íntimo dos envolvidos, já havia advertido a dona de casa, a pedir a separação. Contudo, a vítima ainda insistia no relacionamento.

OCORRÊNCIAS

Realizada uma pesquisa  de antecedentes criminais do suspeito, foi verificado que o mesmo já havia sido averiguado por ter agredido a vítima e estava envolvido em ocorrências policiais da Lei Maria da Penha, no município de Guarulhos, na Grande São Paulo.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também