domingo 14 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Abuso sexual

Delegacia da Mulher divulga retrato falado de suspeitos de estupro em Suzano

Dupla atuou na região central da cidade. Um dos homens é suspeito de ter tentado estuprar uma mulher, de 28 anos, em Travessa no Centro

29 agosto 2017 - 18h30Por Lucas Alsil - de Suzano
A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Suzano divulgou na tarde de desta terça-feira (29) o retrato falado de dois suspeitos de estupro. A dupla atuou na região central da cidade. Um dos homens é suspeito de ter tentado estuprar uma mulher, de 28 anos, na Travessa Expedicionário Abílio Fernandes, por volta das 13h40, no dia 20 de julho. O outro rapaz é procurado por ter estuprado uma adolescente, de 17 anos, enquanto a menina estava a caminho da escola, na Rua Katsuo Miyazato, por volta das 18h30, no dia 2 de agosto.
 
Segundo a delegada Silmara Marcelino, o autor da tentativa de estupro também pode ser o responsável pela violência contra outra mulher, também atacada na região central do município em plena luz do dia. “Os dois casos foram em horários tranquilos, no Centro da cidade, os suspeitos têm o mesmo ‘modo operante’”, disse a delegada. 
 
Na ocasião, o suspeito, que aparenta ter entre 35 e 40 anos, é branco, magro, possuí olhos verdes, cabelos claro e cerca de 1,75 de altura, abordou a vítima enquanto ela estava em horário de almoço. Ele assediou ela verbalmente e a colocou dentro de um Fiat Siena, de cor prata. A mulher começou a gritar e um homem que passava de bicicleta, conseguiu tirar ela do veículo. “O retrato falado foi feito por ela, que não está tão abalada, quanto a vítima em que o estupro foi consumado”. 
 
Outro Caso
O suspeito que estuprou a adolescente, é branco, magro, possuí barba, cabelos e olhos escuros, aparenta ter entre 25 e 30 anos, e tem 1,75 de altura. Ele realizou a abordagem na Rua Jamil D’Aglia e ameaçou a vítima com um canivete, a mandou ficar quieta e entrar dentro do carro. A vítima não conseguiu identificar o modelo do veículo, mas lembra que o automóvel tinha a cor clara e que era um modelo Sedan. A menor ainda ressaltou que o interior do carro estava em condições precárias.
 
Com a vítima chorando e em estado de choque, o suspeito ameaçou matar a família da adolescente, caso ela não o respeitasse. Após o estupro, o indivíduo deixou a garota próximo ao local do crime. 
Informações podem ser dadas ao Centro de Atendimento à Mulher pelo telefone 181, Seccional de Mogi (4799.4020) e Delegacia da Mulher de Suzano (4748.8040).